ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Funcionário matou secretário após ser demitido por não usar máscara, diz irmã

Crime ocorreu na manhã de sábado, mesmo dia em que suspeito foi dispensado pelo patrão

Por Gabriel Neris e Helio de Freitas, de Dourados | 05/07/2020 15:50
Secretário de Agricultura ao lado da prefeita de Dourados, Délia Razuk (Foto: Divulgação)
Secretário de Agricultura ao lado da prefeita de Dourados, Délia Razuk (Foto: Divulgação)

O secretário de Agricultura de Dourados, Alceu Junior Silva Bittencourt, de 36 anos, foi morto depois de demitir o funcionário que se negava a usar máscara de proteção durante o expediente. É o que relata a irmã da vítima, Valkiria Bittencourt.

Ela escreveu em postagem no Facebook que o funcionário, identificado como Fernando, teria sido demitido na manhã de sábado (4), mesmo dia do assassinato.

“Matou meu irmão na covardia, ele estava trabalhando, era servidor público, trabalhava no salão nas horas vagas, deu emprego para o Fernando, demitiu ele hoje (sábado) por estar sempre se recusando a trabalhar de máscara”, escreveu. “Fernando se revoltou e cortou o pescoço do meu irmão enquanto ele cortava o cabelo de um cliente”, detalha.

Testemunhas contaram que o suspeito fugiu em um Chevrolet Corsa após o crime. O secretário foi enterrado na manhã deste domingo no cemitério Santo Antônio de Pádua.

Em nota, a prefeitura lamentou a morte de Bittencourt. “Um servidor exemplar e que vinha desempenhando com dedicação as funções”. A prefeita Délia Razuk também publicou nota em sua rede social. “Um amigo, um conselheiro e por quem tinha uma profunda admiração”.

Alceu foi assassinado na barberia, após discutir com o funcionário (Foto: Adilson Domingos)
Alceu foi assassinado na barberia, após discutir com o funcionário (Foto: Adilson Domingos)