ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  05    CAMPO GRANDE 27º

Interior

Golpista de Amambai que já foi presa em SP e no RJ volta a agir na fronteira

Por Ana Maria Assis | 03/01/2011 10:23
Kelly Samara Carvalho dos Santos, de 23 anos, teria furtado um homem aplicando o golpe do "Boa Noite Cinderela". Foto: Marco Antônio Teixeira (Arquivo O Globo)
Kelly Samara Carvalho dos Santos, de 23 anos, teria furtado um homem aplicando o golpe do "Boa Noite Cinderela". Foto: Marco Antônio Teixeira (Arquivo O Globo)

A golpista Kelly Samara Carvalho dos Santos, de 23 anos, voltou a agir e está sendo procurada pela Polícia Militar de Ponta Porã. A jovem ficou conhecida em todo Brasil depois de ser presa na capital paulista aplicando golpe em hotéis e lojas de luxo. Agora, ela está sendo procurada pela polícia de Ponta Porã por ter aplicado o golpe do “Boa Noite Cinderela” em Pedro Juan Caballero.

Após ser solta pela Justiça de São Paulo em 2007, ela ainda foi presa no Rio de Janeiro também por crimes de estelionato. A jovem também já aplicou golpes em Mato Grosso e Goiás.

Kelly costuma se passar por milionária e se hospedar nos estabelecimentos, fazendo compras em loja de grife usando cartões de créditos falsos.

Acusada de furtar aplicando o golpe do “Boa Noite Cinderela”, Kelly teria saído com um homem de 32 anos que, depois de tomar uma bebida ao lado da jovem, adormeceu. Ao acordar ele percebeu que vários objetos tinham sido furtados de seu apartamento em Pedro Juan Caballero.

Ela, que nasceu em Amambai, é golpista desde a adolescência, já foi interna da Unei (Unidade Educacional de Internação) aos 15 anos. Os golpes de Kelly já foram tema de reportagem do Fantástico, da Rede Globo.

Na primeira vez em que foi presa, em São Paulo no ano de 2007, Kelly usou como argumento que cometia crimes para chamar atenção dos pais que moram em Mato Grosso do Sul, sendo absolvida pela Justiça.