A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

30/08/2018 09:55

Governo de MS decreta emergência por estragos causados pela chuva

Documento, divulgado hoje, justifica a medida por "boçorocas", que são formados por grandes buracos de erosão

Mayara Bueno
Ponte sobre o córrego Ivatê na área rural de Novo Horizonte do Sul. (Foto: Agesul/Divulgação)Ponte sobre o córrego Ivatê na área rural de Novo Horizonte do Sul. (Foto: Agesul/Divulgação)

O Governo de Mato Grosso do Sul decretou emergência em Novo Horizonte do Sul, município distante 329 km de Campo Grande. O motivo é que o asfalto da cidade, afetada pela chuva, sofreu uma série de erosões.

O documento, divulgado na edição do Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (dia 30), lembra que houve "fortes chuvas" que causaram "graves danos e prejuízos" e, 6 de novembro e 20 de dezembro de 2017, e em 18 de janeiro de 2018. A situação vai valer por seis meses.

Em virtude do grande volume, o município decretou também situação de emergência naquelas datas. Contudo, agora, mesmo no período de seca, as erosões continuaram aumentando, "já atingiram o lençol freático e a força das águas vem causando "boçorocas", que potencializaram sobremaneira os danos e prejuízos".

A medida neste período também serve como precaução, já que, nos próximos meses, o tempo será novamente de chuva.

Os principais afetados pelas erosões sãos as pequenas propriedades, traz o decreto. " Tem a necessidade urgente de conter o crescimento das erosões, a fim de evitar que o Município fique impedido de exercer suas atividades regulares".

Durante os 180 dias de vigência da situação, está autorizada a mobilização de todos os órgãos estaduais e também a contratação de obras e bens sem a necessidade de licitação.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions