A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

28/12/2017 13:30

Governo envia equipe da Defesa Civil para avaliar danos no município

Mais de 300 pessoas estão desalojadas em Porto Murtinho

Leonardo Rocha
Equipes da Defesa Civil já estão em Porto Murtinho para atendimentos (Foto: Toninho Ruiz)Equipes da Defesa Civil já estão em Porto Murtinho para atendimentos (Foto: Toninho Ruiz)

O governo estadual enviou equipes da Defesa Civil para a cidade de Porto Murtinho, que fica a 431 km de Campo Grande, para ajudar e avaliar os estragos causados pelas chuvas dos últimos dias, que deixou muitas ruas e casas alagadas. Moradores ficaram sem emergia, perderam móveis e tiveram que deixar suas casas.

O coordenador da Defesa Civil, Coronel Isaías Bittencourt, chegou no início da manhã (28) no município, com sua equipe para fazer o devido levantamento dos estragos, que segundo o governo deixaram 63 pessoas desabrigadas e 300 moradores desalojados.

"A Defesa Civil vai fazer o levantamento para que o atendimento às famílias desabrigadas seja feito rapidamente. A nossa preocupação é para que essas pessoas não fiquem desamparadas, nesse momento em que tiveram que deixar suas casas por causa da chuva”, explicou Reinaldo.

O secretário estadual de Administração, Carlos Alberto Assis, foi até o local representando o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Quem também acompanha os trabalhos são os deputados federais Zeca do PT e Vander Loubet (PT).

Segundo a prefeitura de Porto Murtinho, de quinta-feira (21) até segunda-feira (25) choveram 340 milímetros, provocando entre os problemas, o alagamento das ruas e casas do bairro Cohab. Cerca de 76 residências foram tomadas completamente pelas águas. As pessoas desabrigadas foram atendidas no Centro de Múltiplo Uso, do executivo municipal.

Os moradores que tiveram interdição parcial de suas casas foram orientados a não retornar neste momento, pois a previsão é de novas chuvas até o dia 03 de janeiro. A prefeitura de Porto Murtinho decretou ontem (27), situação de emergência por causa dos alagamentos.

Com esta ação, o município fica autorizado a convocação de voluntários para reforçar os trabalhos, assim como agentes públicos participam de ações como a entrada em casas para prestar socorro ou determinar pronta evacuação.

Vários dias de chuva provocaram alagamento em bairros e casas da cidade (Foto: Toninho Ruiz)Vários dias de chuva provocaram alagamento em bairros e casas da cidade (Foto: Toninho Ruiz)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions