A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

30/07/2013 11:44

Grupo antibomba pericia explosivo que decepou mão de homem

Aliny Mary Dias

Após o acidente com um explosivo que terminou na amputação da mão de um trabalhador de uma usina de Vicentina, a 255 quilômetros de Campo Grande, uma equipe do grupo antibombas do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais de Campo Grande) está na cidade para os trabalhos de perícia do local da explosão.

O capitão Vilmar Fernandes do esquadrão antibomba explica que os detalhes da explosão ainda não foram esclarecidos, mas que o artefato possui as características de uma dinamite. “Ainda não conseguimos identificar, mas é um explosivo usado em trabalho de mineradoras”, diz.

O trabalhador encontrou o explosivo em uma plantação de cana-de-açúcar e levou para o galpão da usina. Um colega do rapaz contou à Polícia Civil que ele decidiu “testar” o explosivo conectando-o em uma bateria de caminhão.

Após a explosão, o homem foi levado para o hospital da cidade onde a mão esquerda acabou sendo amputado. O trabalhador foi transferido para o Hospital Evangélico em Dourados onde continua internado.

O capitão do Gate explica ainda que relatos de moradores dão conta que há 30 anos uma empresa se instalou no município e utilizada explosivos no trabalho. “Não podemos afirmar que essa informação é verídica, mas estamos apurando”, afirma Vilmar.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions