A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

07/03/2019 11:03

Grupo que sujou praça pede desculpa e critica cidade sem Carnaval

Após repercussão da sujeira deixada no centro, representantes do bloco “Balanga Teta” ajudaram a recolher lixo em praça

Helio de Freitas, de Dourados
Sacos com lixo recolhido na Praça Antônio João após folia de Carnaval improvisada (Foto: Reprodução/Facebook)Sacos com lixo recolhido na Praça Antônio João após folia de Carnaval improvisada (Foto: Reprodução/Facebook)

A sujeira deixada na Praça Antônio João após uma folia de Carnaval improvisada, na terça-feira (5), causou revolta entre moradores de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande. Após a repercussão negativa, representantes do bloco “Balanga Teta” foram até o local para ajudar na limpeza e recolheram dezenas de sacos de lixo.

O episódio foi criticado em redes sociais e nas emissoras de rádio local, principalmente porque o Carnaval improvisado não estava previsto, já que a segunda maior cidade mais uma vez ficou de fora da festa mais popular do país.

Na manhã de ontem, moradores que passavam pela praça na área central de Dourados se espantaram com tanta sujeira espalhada no espaço da concha acústica. Imediatamente, organizadores da festa foram ao local para ajudar a recolher o lixo.

Através do Facebook, o bloco divulgou fotos da limpeza e uma nota em que pede desculpas, mas também critica a falta de festa de Carnaval em Dourados.

“O bloco Balanga Teta se desculpa pelo lixo deixado na praça Antonio João pelos foliões ali presentes, sabemos que não foram todos. A organização avisou antes sobre o lixo e também retirou o que pôde durante e depois do evento”, afirma a nota.

O bloco segue: “nossa cidade carece de eventos como este. No evento estavam presentes estudantes, pais, mães, crianças, todos os tipos de pessoas, pois era um evento aberto ao público como o Carnaval tem de ser”.

A nota continua: “Carnaval é um evento de nível nacional comemorado em várias cidades de todo o Brasil e assim como outras festividades a cidade de Dourados não proporciona nada aos seus moradores”.

Segundo o bloco, por falta de festa, o grupo tomou a frente e tentou “fazer o melhor, e mesmo sem nenhuma ajuda conseguimos fazer um rolê saudável que tentasse agradar quem estivesse lá e não atrapalhasse o próximo”.

O bloco encerra a nota prometendo melhorar o evento no próximo ano e com as já conhecidas hastags “#elenão” e “#elenunca”, usadas em todo o país em protesto ao presidente Jair Bolsonaro.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions