ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Helicóptero da PM ajuda nas buscas a assaltantes de carro-forte

Caminhonete L200 usada pela quadrilha foi encontrada abandonada perto de Amambai

Por Helio de Freitas, de Dourados | 02/12/2019 13:01
Caminhoneiros parados na MS-156 em local onde assaltantes queimaram carro para garantir fuga (Foto: Direto das Ruas)
Caminhoneiros parados na MS-156 em local onde assaltantes queimaram carro para garantir fuga (Foto: Direto das Ruas)

O helicóptero da Polícia Militar foi deslocado de Campo Grande para a fronteira com o Paraguai para ajudar nas buscas à quadrilha que assaltou carro-forte da empresa de transporte de valores Brink’s, na manhã de hoje (2). Policiais estaduais e homens da Força Nacional de Segurança Pública cercam a região entre Amambai e Caarapó para tentar prender os bandidos.

O assalto ocorreu de manhã na MS-156, mas ainda não há informações oficiais. Os funcionários da empresa não sofreram ferimentos. Não se sabe ainda se os bandidos conseguiram arrombar o carro-forte para levar o dinheiro.

A reportagem apurou que a quadrilha teria usado quantidade de explosivos insuficiente para arrebentar a blindagem. Atingido por tiros de fuzil, o carro-forte parou fora da estrada.

Em junho de 2017, na mesma rodovia e a poucos quilômetros do local do assalto de hoje, os bandidos explodiram completamente um carro-forte da Brink’s. A polícia paraguaia apontou uma célula do PCC (Primeiro Comanda Capital) como responsável por aquele assalto.

Um dos veículos usados hoje pelos assaltantes, uma caminhonete Mitsubishi L200 Triton, teria sido encontrada abandonada perto do perímetro urbano de Amambai.

O outro carro utilizado no assalto, um Jeep Renegade, foi queimado no meio da estrada, a poucos metros do carro-forte. O objetivo seria garantir a fuga. Imagens que circulam em grupos do aplicativo WhathsApp mostram caminhões parados no bloqueio provocado pelo carro em chamas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário