A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

13/12/2018 19:00

Helicóptero é usado no resgate do corpo de pedreiro que se afogou no Rio Negro

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil seguiram para o local de difícil acesso; Deuzelino de Oliveira caiu no rio durante pescaria e foi arrastado

Humberto Marques
Helicóptero seguiu rumo a local de difícil acesso onde corpo foi encontrado. (Foto: Luiz Guido Jr./O Pantaneiro)Helicóptero seguiu rumo a local de difícil acesso onde corpo foi encontrado. (Foto: Luiz Guido Jr./O Pantaneiro)

Um helicóptero da FAB (Força Aérea Brasileira) foi mobilizado para seguir de Aquidauana –a 135 km de Campo Grande– para a região da fazenda Mimoso, onde ajudará no transporte do corpo de Deuzelino de Oliveira, 52, morto ao se afogar nas águas do rio Negro na noite de terça-feira (11). Equipes do Corpo de Bombeiros, peritos e agentes do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Polícia Civil seguiram na aeronave até o local, segundo informou o site O Pantaneiro.

O corpo foi encontrado por volta das 6h30 distante do local onde Deuzelino teria se afogado. Trata-se de uma área de difícil acesso, o que demandou o uso do helicóptero. A vítima vivia em Miranda, onde deve ser velado, e completaria 53 anos nesta quinta.

Ele desapareceu na noite de terça na região da fazenda, depois de escorregar de um barranco enquanto pescada. Pedreiro, Deuzelino realizava a reforma de uma casa na propriedade e, por volta das 17h do dia do incidente, bebeu com colegas e disse que iria buscar um peixe no rio para o jantar. Ele teria se desequilibrado, escorregando e caindo. Os demais trabalhadores tentaram o socorrer, sem sucesso, enquanto a vítima ainda tentou nadar, mas acabou arrastado pela forte correnteza.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 9h30 de quarta-feira para iniciar as buscas, retomadas durante a madrugada de hoje, quando o corpo foi encontrado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions