ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Homem ameaça jogar garota de programa de ponte que divide MS e SP

Jovem foi agredida e ameaçada de morte depois de jogar chave do veículo no Rio Paraná

Por Ana Oshiro | 15/06/2021 07:07
Tentativa de homicídio foi registrada na Depac Três Lagoas (Foto: Rádio Caçula)
Tentativa de homicídio foi registrada na Depac Três Lagoas (Foto: Rádio Caçula)

Jovem, de 26 anos, foi socorrida por populares quando um homem, de 39 anos, tentava jogar ela da ponte que divide Mato Grosso do Sul do estado de São Paulo, em Três Lagoas, a 338 km da Capital, nesta segunda-feira (14).

Antes de ser ameaçada de morte, a jovem, que é garota de programa, ainda foi agredida pelo cliente, que não queria pagar pelo serviço prestado. Ele estava bêbado, foi detido por testemunhas e preso em flagrante por tentativa de homicídio pela PM (Polícia Militar).

De acordo com a vítima, o homem a contratou na hora do almoço, depois da relação sexual, ele começou a andar pela cidade com ela ainda dentro do carro, adiando o pagamento. Em certo momento, o homem disse que iria atravessar a divisa entre MS e SP para abastecer o carro, mas a jovem disse que precisava voltar para o local de trabalho e não poderia ir junto. Mesmo contra a vontade da vítima, o homem seguiu o caminho para a ponte.

Com medo do que poderia acontecer, quando a travessia pela ponte começou, a garota de programa desligou o carro e tirou a chave do contato, forçando o homem a parar o veículo em cima da ponte. Irritado, ele começou a ameaçar a mulher de morte, e ela, assustada, jogou a chave do carro no rio. O homem começou a agredir a jovem com socos, dizendo que a mataria e tentou enforcá-la.

Os dois estavam do lado de fora do carro quando ele tentou jogar a mulher pela ponte, mas foi impedido por pessoas que passavam no local. Um dos populares chegou a entrar em luta corporal com o homem. A vítima contou para as pessoas o que estava acontecendo e só assim o cliente fez o pagamento de R$ 250,00 pelo serviço prestado. Ele foi detido pelos populares até a chegada da PM.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário