ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 

Interior

Potência econômica de MS, Três Lagoas comemora 106 anos de história

Município tem população estimada 123.281 pessoas

Por Mariely Barros | 15/06/2021 06:18
Imagem aérea das três lagoas que dão nome ao município (Foto: Divulgação)
Imagem aérea das três lagoas que dão nome ao município (Foto: Divulgação)

Três Lagoas, distante 338 km de Campo Grande, comemora aniversário de 106 anos nesta terça-feira (15).

O município é um dos destaques econômicos do Mato Grosso do Sul, apresentando o segundo maior PIB (Produto Interno Bruto) do Estado, segundo o censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2018. A população é estimada em 123.281 pessoas.

A cidade é uma das dez cidades que compõem o Bolsão Sul-Matogrossense, região rica em arrecadação de impostos do estado de Mato Grosso do Sul, cuja principal atividade econômica é a pecuária. Outras fontes de renda desenvolvidas do município são a industria e o turismo.

Sua história -  Os primeiros habitantes registrados nas terras de Três Lagoas, foram os indígenas kayapó, os kaigang, os ofayé e os guaranis.  Por volta do século XVII a região já havia sido descoberta pelos não índios, mas só com a descoberta da rota das monções, utilizada por colonizadores para explorar o ouro da região e escravizar indígenas foi que ela passou a ser frequentada constantemente, são desse período os primeiros registros históricos da presença dos não índios nos rios e margens do Alto Paraná.

De um acampamento de ferroviário estabelecido em 1909, Três Lagoas transformou-se em entreposto comercial em 1913 com a inauguração da primeira estação ferroviária, para se tornar Vila de Três Lagoas em 15 de junho de 1915, pertencente à comarca de Santana de Paranaíba, mas politicamente emancipada. A instalação de grandes indústrias, a partir de políticas públicas de atração de empresas, alterou a base econômica da cidade e mais uma vez transformou o espaço urbano.

 A Vila de Três Lagoas foi criada pela lei estadual nº 706, de 15 de junho de 1915, sendo parte da Comarca de Paranaíba, mas, emancipada politicamente.

Igreja Santo Antônio, monumento arquitetônico de Três Lagoas (Foto: Divulgação)
Igreja Santo Antônio, monumento arquitetônico de Três Lagoas (Foto: Divulgação)

Alguns dos patrimônios históricos do município que podem ser visitados por turistas são Igreja de Santo Antônio, erguida pela colônia portuguesa em 1914, a Catedral do Sagrado Coração de Jesus; o Cemitério do Soldado: o jazigo é uma homenagem ao soldado José Carvalho de Lima, morto em episódio do Tenentismo de 1924 e a quem se atribui milagres, a Estátua do Cristo e a Estação Ferroviária da Novoeste (antiga Estrada de Ferro Noroeste do Brasil).

Balneário Municipal de Três Lagoas (Foto:Divulgação)
Balneário Municipal de Três Lagoas (Foto:Divulgação)

Os visitantes que passam pela cidade também podem aproveitar os seguintes atrativos turísticos naturais: Jupiá, às margens do rio Paraná, local ideal para pescaria; Praias de areias brancas do Rio Sucuriú: lá estão localizados o Balneário Municipal e muitos ranchos particulares; Jatobá: possivelmente a primeira árvore tombada como patrimônio público em Mato Grosso do Sul, por Lúcio Queirós Moreira; Cascalheira: local utilizado para a extração de cascalho durante a construção da Usina do Jupiá e que hoje abriga o Parque das Capivaras e lagos artificiais.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário