A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/01/2016 16:27

Homem de 40 anos é executado e concunhado dele ferido por pistoleiros

Crime ocorreu nesta terça-feira em bairro de Pedro Juan Caballero; vítimas tomavam tereré quando foram alvejadas a tiros de pistola

Helio de Freitas, de Dourados
Policiais paraguaios isolam local de atentado; homem morreu e outro ficou ferido (Foto: Porã News)Policiais paraguaios isolam local de atentado; homem morreu e outro ficou ferido (Foto: Porã News)

Um homem morreu e outro ficou gravemente ferido após sofrer atentado a tiros nesta terça-feira (26) em Pedro Juan Caballero, cidade que fica na fronteira do Paraguai com o Brasil, a 323 km de Campo Grande. O crime ocorreu por volta de meio-dia, em uma casa localizada na Rua Rubio Ñu, no bairro São Geraldo.

Juan Carlos Benítez, 40, foi atingido por vários tiros de pistola calibre 9 milímetros e morreu ao dar entrada no hospital. Pablo Ricardo Morel, 30, concunhado de Benítez, também foi alvejado e continua internado após passar por cirurgia.

De acordo com os policiais paraguaios, Juan e Pablo tomavam tereré na companhia de outras pessoas quando quatro pistoleiros chegaram ao local em um Corsa prata e começaram a atirar. As outras pessoas não foram atingidas.

Pablo Ricardo é da família Morel, cujo patriarca, João Morel, era sócio de Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, na distribuição de maconha na região de Capitán Bado e foi morto dentro do presídio de Campo Grande, em 2001. O traficante carioca foi acusado de ser o mandante da morte do ex-sócio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions