ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Homem não aceita fim de relacionamento, atira na ex e se mata na fronteira

Tentativa de feminicídio seguida de suicídio ocorreu hoje à tarde em Pedro Juan Caballero

Por Helio de Freitas, de Dourados | 18/02/2021 15:44
María del Carmen Díaz com sangramento provocado por tiro de raspão na cabeça (Foto: Direto das Ruas)
María del Carmen Díaz com sangramento provocado por tiro de raspão na cabeça (Foto: Direto das Ruas)

O paraguaio Ronaldo Insaurralde Escobar, 29, atirou na ex-mulher e se matou com tiro na cabeça na tarde de hoje (18) em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande. María del Carmen Díaz, 24, também paraguaia, levou um tiro de raspão de cabeça e foi socorrida ao hospital da cidade. O quadro de saúde é considerado estável.

Segundo a polícia paraguaia, Ronaldo e María tinham dois filhos e estavam separados há pelo menos cinco meses, mas ele não aceitava o fim do relacionamento.

Na tarde de hoje, Ronaldo foi até a loja em que a ex trabalha, na Avenida Carlos Domínguez, no bairro General Díaz. Ao se aproximar do balcão, ele sacou a arma da cintura e se aproximou da mulher. Após breve conversa com o revólver na mão, Ronaldo tentou beijar María à força.

Ela resistiu, se levantou e tentou fugir, mas ele atirou na direção dela e se matou em seguida com tiro na cabeça. Câmeras de segurança da loja gravaram toda a cena. As imagens foram divulgadas pelo site Amambay Ahora e pela rádio Futura FM.

Veja o vídeo:

O chefe da Polícia Nacional no bairro onde ocorreu o caso, comissário Rodolfo Nuñez, disse que Ronaldo usou um revólver calibre 38. Ele morreu no ato. O irmão de Ronaldo contou aos policiais que o rapaz não aceitava o fato de María ter encerrado o relacionamento e saído de casa. Minutos antes de entrar na loja armado, Ronaldo teria enviado uma mensagem no grupo de WhatsApp da família, mas o teor não foi revelado.

Ronaldo Escobar se matou depois de atirar na ex-mulher (Foto: Reprodução)
Ronaldo Escobar se matou depois de atirar na ex-mulher (Foto: Reprodução)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário