A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

26/09/2018 21:12

Homem que matou e jogou corpo de ex em rio no Pará é preso em MS

Após o crime o suspeito fugiu para Glória de Dourados com os dois filhos de 11 e 9 anos

Adriano Fernandes
Vítima foi enrolada em lona e jogada em rio com pedras amarradas para que não boiasse. (Foto: Jornal da Nova) Vítima foi enrolada em lona e jogada em rio com pedras amarradas para que não boiasse. (Foto: Jornal da Nova)

Foragido por ter assassinado a esposa na cidade de Parauapébas no Pará, Romário Souza da Cruz, de 31 anos foi preso pela PM (Policia Militar) nesta quarta-feira (26) em Glória de Dourados, cidade que fica a 265 quilômetros de Campo Grande.

Após enforcar a esposa, Rosivania Torquato Xavier, de 29 anos, enrolar o corpo em um lona e o lançar em um rio, o suspeito fugiu para Mato Grosso do Sul com os dois filhos de 11 e 9 anos. 

Romário foi abordado em uma caminhonete Toyota Hilux em que estava com outros dois homens. Ao ser questionado pelos policiais ele se identificou com um nome falso, mas em meio ao seu nervosismo, acabou confessando que sabia o motivo da abordagem e revelou o seu nome verdadeiro.

Um dos homens que estava com ele alegou que não o conhecia e o outro disse que era o seu amigo. Ele atendeu o pedido do suspeito para passar alguns dias em sua casa com os filhos, mas sem revelar o motivo. Na delegacia o homem não só admitiu ter cometido o feminicidio como deu detalhes do crime. As crianças ficaram aos cuidados do Conselho Tutelar.

O crime

Romário enforcou a esposa até a morte na residência do casal, na madrugada do último dia 17, e, em seguida, enrolou o corpo em uma lona e o jogou dentro do rio, que leva o mesmo nome da cidade. Em seguida ele pegou os dois filhos e fugiu para Glória de Dourados.

Rosivania foi encontrada pelos Bombeiros na tarde do dia em que ocorreu o crime, no rio, sob a ponte City Park. Seu corpo estava envolto por uma lona azul, dos pés à cabeça e com vários tijolos e pedras amarrados para que não boiasse. A vítima só foi encontrada por testemunhas pois o nível do rio estava baixo.

Familiares de Rosivania, que moram em Colinas, MA, foram quem identificaram a vítima após serem acionados pela policia e a levaram para ser sepultada na terra natal. Segundo informações do Jornal da Nova, a mulher já havia registrado boletim de ocorrência na Polícia Civil, relatando que o marido queria tomar sua casa. Romário também havia procurado a delegacia para registrar queixa contra a mulher, devido a desavenças na partilha dos bens.

 

De camisa azul ao centro, o suspeito, cercado pelos policiais. (Foto: Jornal da Nova) De camisa azul ao centro, o suspeito, cercado pelos policiais. (Foto: Jornal da Nova)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions