ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 18º

Interior

Homem que matou um e feriu outro a pauladas é condenado a 25 anos de prisão

O julgamento presidido pelo juiz Jorge Tadashi Kuramoto foi realizado no último dia 19

Por Viviane Oliveira | 23/05/2022 11:58
Casa onde ocorreu o crime em março do ano passado. (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real/Olimar Gamarra)
Casa onde ocorreu o crime em março do ano passado. (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real/Olimar Gamarra)

Antônio da Silva Roa, de 45 anos, foi condenado a 25 anos de prisão por matar a golpes de madeira Aparecido Ferreira de Souza, de 44 anos, e tentar matar outro homem, Antônio Rodrigues. O crime aconteceu em março do ano passado numa residência no Assentamento Triângulo, na zona rural de Rio Brilhante, distante 161 quilômetros de Campo Grande.

O assassino foi preso pela Polícia Militar logo após o crime enquanto caminhava às margens da BR 267, em direção ao município. Ao ser abordado, ele confessou o crime, motivado por ciúmes de uma mulher. O julgamento presidido pelo juiz Jorge Tadashi Kuramoto foi realizado no último dia 19 .

Caso - Segundo Antônio, matou Aparecido e feriu Antônio Rodrigues após escutar que os dois o mataria. Ele foi preso horas após o crime e teve a prisão convertida em preventiva durante audiência de custódia.

Na ocasião, o acusado contou que passou o dia anterior com as vítimas consumindo bebida alcoólica. À noite, o suspeito ouviu as vítimas conversando na cozinha, onde segundo ele, planejavam matá-lo e jogar o corpo na rodovia.

Ao contar para a dona da casa, ex-mulher do assassino, foi orientado a ir embora, porém resolveu retornar na madrugada. Pegou um pedaço de madeira, entrou no imóvel e sem que ninguém percebesse, foi até o quarto onde Aparecido estava. A vítima abriu os olhos quando o suspeito disse: “Agora você não mata mais ninguém” e começou a golpeá-lo na cabeça. Em seguida, foi até o quarto e agrediu a outra vítima, que sofreu ferimentos e precisou de socorro médico.

Nos siga no Google Notícias