A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Março de 2017

29/10/2011 17:20

Hospital Regional de Ponta Porã ficou 5 dias sem furadeira cirúrgica

Paulo Fernandes

Secretário de Saúde disse que o problema já foi resolvido.

No Hospital Regional Dr. José de Simone Neto, em Ponta Porã, uma mulher temia ter uma das pernas amputadas por falta de uma furadeira cirúrgica. O secretário municipal de saúde, Josué da Silva Lopes, garantiu neste sábado que o problema já foi resolvido.

“Temos quatro furadeiras cirúrgicas. Elas chegaram ontem. Compramos três novas e temos mais uma, que foi consertada”, afirmou Josué.

Ele disse que foi a primeira vez que o hospital se viu sem furadeiras cirúrgicas. “Nunca havia acontecido antes; pifou cinco de uma vez só”, disse.

O secretário garantiu que todos os casos de pacientes que não podiam esperar, como aqueles com fraturas expostas, foram transferidos para outras cidades.

Segundo ele, esse não era o caso da Aparecida Lourenço, que procurou a imprensa. “Me ajude (sic), façam alguma coisa pela gente pelo amor de Deus”, afirmou a paciente em entrevista ao Jornal da Praça, de Ponta Porã.

Vítima de um acidente, ela deu entrada no Hospital Regional na última segunda-feira com duas fraturas em uma das pernas. “Há cinco dias estou só com uma tala”, reclamou. A furadeira era necessária para colocar os pinos na perna fraturada.

Homem de 74 anos é morto a tiro em frente de casa por causa de fofoca
Jucelino Antônio Pereira, 74 anos, foi morto com um tiro no ombro, no distrito do Alto Santana, em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grand...
Por rixa antiga, adolescentes matam jovem de 18 anos a facadas
Uma briga acabou em morte na noite de ontem em uma lanchonete de Juti, município a 320 quilômetros de Campo Grande. Willian Santiago Perrengue, de 18...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions