ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Hospital vai investigar festa clandestina de funcionários

Três funcionários teriam participado da festa e ironizado covid-19 em vídeo. Secretaria de saúde investiga em comissão disciplinar

Por Izabela Sanchez | 30/06/2020 09:27
Imagens foram até publicadas nas redes sociais, incluindo vídeo com ironia sobre a covid-19 (Foto: Divulgação)
Imagens foram até publicadas nas redes sociais, incluindo vídeo com ironia sobre a covid-19 (Foto: Divulgação)

A direção do Hospital Regional Francisco Dantas Maniçoba, de Nova Andradina, a 296 km de Campo Grande, abriu na segunda-feira (29) procedimento interno para investigar a presença de funcionários em festa clandestina durante o final de semana. Imagens foram divulgadas em redes sociais e mostram diversas pessoas que até ironizam situação da covid-19.



Conforme noticiou o Jornal da Nova, três funcionários participaram da festa no final de semana, contra as regras municipais. A Prefeitura anunciou que o toque de recolher é, agora, às 21h e durante os domingos, funciona lockdown, ou seja, é proibido estar na rua.

Além do procedimento interno no hospital, conforme o Jornal da Nova, a secretaria de saúde apura o ocorrido em comissão disciplinar. Além dos funcionários do hospital, segundo pontua o jornal, um professor também participava da festa.

Ao jornal, o diretor do Hospital, Norberto Fabri disse que irá publicar o resultado do procedimento administrativo nesta terça (30). A Promotoria de Justiça de Nova Andradina também foi comunicada.

Entenda - As imagens mostram grupo de amigos em uma festa com música alta e sistema de iluminação. Em determinado momento, eles chegam a gritar ''covid-19'', além de pedir para que os espectadores da ''live'' façam doação usando o QR Code. A ''brincadeira'' é uma referência aos pedidos de doações feitas durantes lives de artistas famosos desde o início da pandemia.