A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/07/2016 13:24

Identificado homem carbonizado em caminhonete entre Aral Moreira e Sapucaia

Antonio Valdir da Silva tinha 40 anos de idade e era natural de Araguari, Minas Gerais; polícia ainda sem pista de criminosos

Helio de Freitas, de Dourados
Nissan Frontier foi encontrada carbonizada, a 200 metros da Linha Internacional (Foto: Leo Veras)Nissan Frontier foi encontrada carbonizada, a 200 metros da Linha Internacional (Foto: Leo Veras)
Antonio Valdir da Silva era natural de Araguari (Foto: Reprodução)Antonio Valdir da Silva era natural de Araguari (Foto: Reprodução)

Foi identificado no início da tarde desta segunda-feira (11) o homem carbonizado dentro de uma caminhonete Nissan Frontier cabine dupla, também queimada, encontrada na tarde deste domingo na estrada que liga Aral Moreira a Coronel Sapucaia, a 400 km de Campo Grande.

De acordo com policiais civis de Ponta Porã, para onde o corpo foi levado, Antonio Valdir da Silva, 40, foi reconhecido por familiares. Natural de Araguari, cidade do interior de Minas Gerais, Antonio morava em Aral Moreira e pelo menos até agora a polícia não encontrou antecedentes criminais.

A caminhonete totalmente queimada foi encontrada por moradores que passavam pela estrada vicinal e chamaram a Polícia Militar. A suspeita é que o crime tenha ocorrido na madrugada de domingo. O caso será investigado pela delegacia de Aral Moreira.

Fronteira em guerra – Na região de fronteira do Brasil com o Paraguai existe atualmente uma guerra pelo controle do comando do narcotráfico e do tráfico de armas para o Brasil.

As mortes violentas aumentaram depois de setembro do ano passado, mês em que o ex-prefeito de Ponta Porã e ex-deputado federal Oscar Goldoni foi executado a tiros de fuzil no centro da cidade.

No mês passado, o chefão do narcotráfico na fronteira, Jorge Rafaat Toumani, foi executado a tiros de metralhadora antiaérea calibre 50 em um plano que envolveu pelo menos cem pistoleiros. Segundo a polícia paraguaia, a morte foi planejada por criminosos brasileiros para tomar o controle que era de Rafaat.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions