A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019

02/12/2019 21:27

Incerteza sobre futuro de escola gera protesto de pais na Câmara

Pais e alunos temem que a municipalização da Escola Estadual Rotary Doutor Nelson De Araujo, afete a qualidade do ensino

Adriano Fernandes e Helio de Freitas
Protesto de pais e servidores da Câmara de Vereadores da cidade. (Foto: Direto das Ruas) Protesto de pais e servidores da Câmara de Vereadores da cidade. (Foto: Direto das Ruas)

A possibilidade de municipalização ou até mesmo o fechamento da Escola Estadual Rotary Doutor Nelson De Araujo, uma das mais tradicionais de Dourados, cidade a 233 quilômetros de Campo Grande, tem deixado os pais de alunos e servidores apreensivos. Eles vivem a incerteza sobre o futuro da unidade, desde a segunda-feira passada (25), quando a direção da escola informou sobre o reordenamento. 

“Nós fomos chamados e a direção informou que escola ou poderia ser fechada ou municipalizada. Nada foi esclarecido, mas desde então estamos nos mobilizando para tentar reverter a situação”, comentou o corretor João Xavier de Campos Junior, de 48 anos, que também tem um filho matriculado no colégio. Na noite desta segunda-feira (02) João Xavier, junto a outros pais e servidores, protestaram na Câmara da cidade, para tentar chamar a atenção dos vereadores sobre a situação.

"Eles se comprometeram a encaminhar uma petição para a Secretaria Estadual de Educação tentando reverter as mudanças”, comentou. O receio dos pais e alunos é de que as mudanças afetem a qualidade de ensino na escola, considerada uma das melhores e mais concorridas da cidade. 

“Fomos informados que com a municipalização, todos os servidores podem ser trocados. Quem nos garante que o nível de educação vai ser o mesmo? A Nelson de Araújo é uma das melhores da cidade. Todos os anos é um sacrifício para conseguir vagas”, desabafou.

Com 51 anos de história e cerca de 296 alunos matriculados, do 1º ao 5º ano, a Nelson de Araújo teve nota 7,4 no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de 2015, bem acima da média nacional daquele ano que foi de 5,5.

Reordenamento

Conforme a SED(Secretaria Estadual de Educação)as mudanças para 2020 também envolvem municipalização de escolas nas cidades de Aquidauana, Deodápolis, Glória de Dourados, Campo Grande, Iguatemi, Itaquiraí, Mundo Novo e Ponta Porã, assim como alguns fechamentos de unidades. Ao todo serão 13 escolas neste reordenamento.

Os alunos das escolas estaduais que serão fechadas ou municipalizadas terão prioridades para as matrículas na rede estadual de ensino. Os pais vão preencher uma ficha escolhendo a nova unidade e esta será encaminhada tanto ao governo estadual, como às prefeituras, para que assegurem suas respectivas vagas. Os alunos podem fazer seu cadastro pela internet, através do telefone (0800-647-0028) ou indo pessoalmente à Central de Matrículas da Rede Estadual, que fica ao lado da Escola Hércules Maymone, em Campo Grande.

Os alunos novos ou que desejam se transferir de escola devem fazer esta pré-matricula, colocando as opções de locais (escolas) até o dia 31 de dezembro.  Os estudantes que desejam permanecer em suas respectivas escolas devem efetuar esta renovação de 29 de novembro até 13 de dezembro.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions