A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

11/12/2015 16:20

Início de rebelião gera duas varreduras em dia e transferência de 6 presos

Liana Feitosa
Equipes foram chamadas depois que a investigadora de plantão na delegacia de Nova Alvorada do Sul percebeu movimentação suspeita no interior das celas. (Foto: Divulgação/ Polícia)Equipes foram chamadas depois que a investigadora de plantão na delegacia de Nova Alvorada do Sul percebeu movimentação suspeita no interior das celas. (Foto: Divulgação/ Polícia)

Após princípio de rebelião nas celas da delegacia de Nova Alvorada do Sul, a 120 quilômetros de Campo Grande, equipes de várias unidades policiais fizeram varredura por volta das 22h de ontem (10) e encontraram armas artesanais e transferiram seis presos para a penitenciária estadual de Dourados.

De acordo com o site Rio Brilhante News, a operação só terminou por volta das 4h da manhã de hoje (11) e contou com a participação de policiais do Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e do SIG (Serviço de Investigações Gerais) de Dourados e Campo Grande.

As equipes de Campo Grande, Dourados e Rio Brilhante foram chamadas depois que a investigadora de plantão na delegacia de Nova Alvorada do Sul percebeu movimentação suspeita no interior das celas.

Os 39 homens detidos nas celas começaram a bater nos cadeados e a gritar palavras de ordem que formam o ''hino" de uma facção criminosa', dando início a tumulto. Todos os presos das celas foram retirados e colocados em cela solitária.

Após a varredura, seis detentos foram transferidos para a penitenciária de Dourados. Ainda segundo o Rio Brilhante News, policiais do Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) e da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) de Campo grande, já haviam vistoriado as celas da delegacia nesse dia.

Com apoio da Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul e de Rio Brilhante, aparelhos celulares e carregadores que estavam com os presos foram recolhidos. De acordo com o delegado de Rio Brilhante, André Luiz de Mendonça, as armas artesanais foram feitas após o pente-fino realizado no período da manhã.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions