A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

20/09/2019 19:58

Justiça suspende afastamento, mas vereador ainda fica fora do cargo

Idenor Machado (PSDB) é uma das autoridades tirados do cargo no decorrer da Operação Cifra Negra

Adriano Fernandes e Helio de Freitas
Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Dourados, Idenor Machado (PSDB).  (Foto: Divulgação)Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Dourados, Idenor Machado (PSDB). (Foto: Divulgação)

A justiça suspendeu, nesta sexta-feira (20) o afastamento do ex-presidente da Câmara de Vereadores de Dourados, Idenor Machado (PSDB). O caso tramita na 6ª Vara Cível da comarca do município.

Apesar da liminar Idenor ainda não pode reassumir o seu cargo político, pois também responde ao processo na esfera criminal. Mas a sua defesa já solicitou a suspensão do afastamento também no âmbito criminal, segundo o advogado do vereador, Felipe Azuma. A suspenção do afastamento na esfera civel foi deferida pelo presidente do Tribunal de Justiça Paschoal Carmello Leandro. 

Machado é uma das autoridades tirados do cargo no decorrer da Operação Cifra Negra, que investiga suposto esquema de corrupção no Legislativo de Dourados. Nesta última quinta-feira (19) outros dois investigados, Pedro Pepa (DEM) e o Pastor Cirilo Ramão (MDB) também tiveram os seus afastamentos suspensos pelo desembargador.

Eles foram presos pela primeira vez em dezembro de 2018 e ficaram oito meses fora da Câmara, período em que foram substituídos pelos suplentes. Contudo, na próxima semana a Câmara já deve convocá-los para reassumir as suas vagas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions