ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEGUNDA  17    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Líder de facção baiana quebra a perna em fuga e é preso na fronteira

Maurício Alberto Pallos de Souza, 36 anos, o “Mau Mau” foi encontrado no Jardim Tremembé, em Coronel Sapucaia

Por Ana Paula Chuva | 10/06/2024 15:17
Maurício Alberto Pallos de Souza tentou fugir da polícia durante cumprimento de mandados (Foto: Reprodução)
Maurício Alberto Pallos de Souza tentou fugir da polícia durante cumprimento de mandados (Foto: Reprodução)

Apontado como um dos líderes da facção criminosa “BDM” (Bonde do Maluco), foi encontrado e preso no Jardim Tremembé, em Coronel Sapucaia, cidade a 396 quilômetros de Campo Grande, região de fronteira com o Paraguai, no início da manhã desta segunda-feira (10). Ele chegou a tentar fugir pulando o muro da casa onde estava morando.

De acordo com a Polícia Civil, Maurício Alberto Pollos de Souza, 36 anos, o “Mau Mau” foi encontrado após monitoramento e trabalho de inteligência. As equipes das delegacias de Coronel Sapucaia e Paranhos foram então na casa para cumprir dois mandados de prisão.

Maurício tentou fugir pulando o muro da casa, mas ao cair no quintal do vizinho quebrou a perna esquerda e foi capturado. Ele foi preso e levado para o Hospital Regional da cidade e em seguida encaminhado para presídio.

Na casa dele os policiais encontraram porções de maconha e munições calibre 357. Maurício tem uma extensa ficha criminal na Bahia, de onde se origina a facção especializada d em roubos a bancos na modalidade “Novo Cangaço”, e estava com dois mandados de prisão por roubo e latrocínio, expedidos em Salvador.

Além disso, ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e posse ilegal de munição de uso permitido.

Porções de maconha e munições calibre 357 apreendidas com "Mau Mau" (Foto: Divulgação | PCMS)
Porções de maconha e munições calibre 357 apreendidas com "Mau Mau" (Foto: Divulgação | PCMS)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias