ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 23º

Interior

“Patroa do tráfico” é presa tentando fugir de avião para o Nordeste

Camila Zeballos Villa Alta tem dupla nacionalidade e foi presa em Dourados

Por Helio de Freitas, de Dourados | 09/03/2021 11:17
Conduzida por agente, Camila esconde o rosto em delegacia (Foto: Adilson Domingos)
Conduzida por agente, Camila esconde o rosto em delegacia (Foto: Adilson Domingos)

Foi presa na manhã desta terça-feira (9) a dona das sete toneladas de maconha apreendidas ontem em um depósito em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. Camila Zeballos Villa Alta, 28, se preparava para fugir de avião de Dourados para Salvador (BA) quando foi detida por agentes da Defron (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Fronteira).

Nascida no Paraguai, Camila também tem nacionalidade brasileira e foi presa no aeroporto de Dourados quando se preparava para embarcar com destino à capital baiana, com escala em São Paulo. Ela estava com dois filhos pequenos, de 5 e 8 anos.

Camila foi levada para a sede da Defron em Dourados para ser ouvida. Segundo o delegado Rodolfo Daltro, que na semana passada assumiu como titular da Defron, a mulher será autuada em flagrante por tráfico e associação para o tráfico.

Veja o vídeo:

Integrante de família influente no submundo das drogas em Pedro Juan Caballero, Camila Zeballos Villa Alta é a patroa dos quatro adultos e do adolescente de 14 anos presos ontem no depósito de maconha no bairro Jóquei Clube, em Ponta Porã. No local, sete toneladas da droga estavam sendo escondidas em uma carreta e em um SUV Hyundai iX 35.

No local foram presos Rodrigo Ribeiro da Silva, Everton Barbosa Ortiz, Raul Felipe Teixeira dos Santos (enteado de Rodrigo), o paraguaio Cristian Rojas Vilhagra e o adolescente. Rodrigo está internado com escolta policial no Hospital Regional de Ponta Porã após ser baleado pelos policiais durante invasão ao depósito. Armado com revólver calibre 38, ele sacou a arma quando os policiais chegaram e foi alvejado.

Segundo a Defron, por causa da apreensão de ontem, Camila comprou passagem só de ida para Salvador, mas foi presa quando se preparava para embarcar com os filhos pequenos no aeroporto de Dourados, única cidade da região com ligação aérea com outros estados.

Viatura da Defron no aeroporto de Dourados, onde traficante foi presa (Foto: Divulgação)
Viatura da Defron no aeroporto de Dourados, onde traficante foi presa (Foto: Divulgação)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário