ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  28    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Líder em queimadas, Corumbá tem média de 34 focos por dia em setembro

Em 17 dias, Corumbá registrou 578 focos de incêndio

Por Adriano Fernandes | 17/09/2021 23:46
Militares atuando no combate à chamas no Pantanal. (Foto: Diário Corumbaense)
Militares atuando no combate à chamas no Pantanal. (Foto: Diário Corumbaense)

Líder em queimadas no Estado, Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, já registrou 578 focos de incêndio nos 17 dias de setembro, uma média de 34 queimadas por dia. Somente na últimas, foram 60 focos contabilizados, conforme os dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Ainda conforme os dados do instituto, compilados pelo portal Diário Corumbaense, neste ano, já foram registrados 1.737 focos de calor em Corumbá. O número se torna ainda mais alarmante, quando comparado com os dados do Estado todo. Mato Grosso do Sul registrou 5.559 focos de incêndios, desde janeiro, sendo que no mês de agosto, foram 1.023 focos.

A maior parte dos incêndios ocorre no Pantanal, onde o trabalho de combate do Corpo de Bombeiros segue intenso. Nesta sexta-feira (17), as equipes se concentraram na região do Paiaguás e Serra do Amolar, mas militares também monitoram o avanço do fogo no Nabileque e Nhecolândia , conforme o 1° tenente bombeiro Cândido, oficial de informação da Operação Hefesto de combate às queimadas.

Além das equipes em terra, há também o trabalho de aeronaves, tanto para logística, transportando das equipes e sobrevoo de monitoramento, como também para lançamentos de água. A operação conta com aproximadamente 130 militares, só hoje, 32 novos bombeiros chegaram na região.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário