A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 28 de Maio de 2017

28/01/2015 19:07

Médicos de Aquidauana anunciam paralisação das atividades a partir do dia 13

Liana Feitosa

O município de Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande, vai ficar sem atendimento médico no Hospital Regional Dr. Estácio Muniz a partir do próximo dia 13. Além dessa cidade, a paralisação afeta os municípios de Anastácio, Bodoquena, Dois Irmãos do Buriti, Miranda e Nioaque, prejudicando mais de 125 mil habitantes.

A decisão foi tomada após não recebimento de salários referentes aos meses de novembro e dezembro do ano passado, assim como o pagamento dos plantões realizados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) referente ao mês de abril de 2014.

Promessas - Preocupada com a situação, a administração municipal solicitou que a decisão aguardasse até 31 de março deste ano na tentativa de solucionar a crise. No entanto, de acordo com a comissão médica, no segundo semestre do ano passado o secretário de saúde na época e o atual prefeito do município, José Henrique Trindade (PDT), garantiram que o salário dos médicos seria atrasado apenas por um período de 20 dias e regularizado em um curto espaço de tempo, o que não ocorreu.

Além dos atrasos, os médicos reclamam das condições de trabalho, falta de materiais e estrutura para atender a população.

Cronograma - O corpo clínico também alega que, apesar do prazo estipulado pela atual administração, não foi proposto cronograma preciso, com datas específicas, para que os problemas sejam solucionados. Portanto, a decisão de paralisar as atividades antes do dia 31 de março continua em vigor.

Ainda segundo os profissionais de saúde, caso as questões sejam solucionadas antes da data da paralisação (13 de fevereiro), o corpo clínico se reunirá novamente para reavaliar a situação.

Na segunda-feira (26), o corpo clínico se reunião com representantes públicos e autoridades para tratar a questão. Estiveram presentes o prefeito de Aquidauana, promotor de justiça José Maurício de Albuquerque, secretário municipal de Saúde, Dufles Pinto de Souza; diretora administrativa da Associação Aquidauanense de Assistência Hospitalar, Ana Lúcia Alves Corrêa; representantes do Conselho Municipal de Saúde de Aquidauana, representante da Câmara de Vereadores de Aquidauana, secretária de saúde de Anastácio e representantes dos médicos do Hospital Regional de Aquidauana.

Motociclistas colidem durante ultrapassagem e um morre pela MS-533
Um homem morreu depois de colidir a moto em que seguia com outro motociclista pela MS-533, no município de Inocência – a 339 quilômetros de Campo Gra...
Confraternização em sindicato vira confusão e vai parar na delegacia
Ao menos sete pessoas ficaram feridas durante uma confusão durante uma confraternização entre sindicalistas, neste domingo (28), em Corumbá – 419 qui...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions