ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Ministério Público do Trabalho desativa unidade em Corumbá para cortar gastos

Por Aline dos Santos | 18/04/2016 08:16

Com restrições orçamentárias, o MPT (Ministério Público do Trabalho) vai desativar temporariamente a Procuradoria do Trabalho em Corumbá. No País, nove unidades foram desativadas.

Em Corumbá, as atividades em curso serão desempenhadas em posto avançado na sede da Procuradoria da República, localizada na rua Cuiabá, 1.640, bairro Dom Bosco. Os futuros procedimentos serão deslocados para a Procuradoria Regional do Trabalho em Campo Grande.

Segundo o MPT, a decisão foi a partir de uma criteriosa análise dos gastos efetuados para a manutenção básica das unidades em Mato Grosso do Sul - como água, energia elétrica, telefonia e contratos de terceirização ativos – e de sua adequação ao corte mínimo de 20% das despesas de custeio, fixado para todos os ramos do Ministério Público da União.

A denúncias por parte dos trabalhadores da região abrangida por Corumbá – Aquidauana, Bodoquena, Ladário e Miranda – pode ser feita no site do Ministério Público do Trabalho. Uma reavaliação do cenário será realizada após a aprovação do orçamento de 2017.