A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019

04/09/2019 15:31

Ministro espera vencer crime organizado com imagens de câmeras

Villamayor ativou hoje em Pedro Juan Caballero o Sistema 911, com 96 câmeras para monitorar cidade mais violenta da fronteira

Helio de Freitas, de Dourados
Ernesto Villamayor fala em ato que marcou inauguração do sistema de monitoramento em Pedro Juan (Foto: Porã News)Ernesto Villamayor fala em ato que marcou inauguração do sistema de monitoramento em Pedro Juan (Foto: Porã News)

Depois do fracasso de todas as tentativas em fazer frente ao poder do crime organizado, o governo do Paraguai aposta as fichas na tecnologia para conseguir oferecer pelo menos um pouco de segurança aos moradores de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS).

Nesta quarta-feira (4) foi ativado no lado paraguaio da Linha Internacional o Sistema 911, que conta com 96 câmeras de monitoramento. Com 115 mil habitantes, Pedro Juan recebe pelo menos 23 mil turistas todos os dias. Mesmo com o dólar em alta, a cidade é muito procurada por brasileiros em busca de produtos importados.

Nas mãos de facções que lutam pelo controle do tráfico de drogas e de armas, as cidades gêmeas formam o trecho mais sangrento da fronteira entre os dois países com pelo menos uma centena de execuções em 2019.

Ao inaugurar o sistema, por volta de meio-dia de hoje, o ministro do Interior Juan Ernesto Villamayor afirmou que o governo nacional tem investido no desenvolvimento do país e que o 911 foi projetado para combater o crime, pois identifica pessoas e veículos através de imagens.

As câmeras foram doadas pelo governo da China. Das 96 câmeras, 96 são do modelo PTZ, com movimentação horizontal e vertical e capacidade de aproximar as imagens com o movimento da lente.
Oito são de reconhecimento fácil e 12 de reconhecimento de placas. Todas estão interligadas à central de monitoramento operada pela Polícia Nacional. A rede de monitoramento também conta com seis viaturas – três motos e três carros – e equipamentos móveis interligados ao sistema, que vai abastecer com informações todos os departamentos da polícia paraguaia.

Com os equipamentos, o governo espera ter mais facilidade para combater os roubos, principalmente de veículos, e prender procurados pela polícia. Outro desafio é conter a onda de execuções. A qualquer hora do dia, pessoas são mortas a tiros de pistola e fuzil no centro e nos bairros de Pedro Juan Caballero, assim como ocorre em Ponta Porã.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions