ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Morador com suspeita de covid-19 morre a caminho da Capital

Teste rápido confirmou a doença, mas prefeitura ainda aguarda resultado do Lacen para confirmar a contaminação

Por Adriano Fernandes | 28/05/2020 22:28
Teste rápido de detecção da covid-19. (Foto: Henrique Kawaminami) 
Teste rápido de detecção da covid-19. (Foto: Henrique Kawaminami)

Morador em Chapadão do Sul, Edvan dos Santos, de 58 anos, morreu de um infarto enquanto era transferido para Campo Grande, nesta quinta-feira (28). Após a sua morte um teste rápido teria atestado que ele era um portador assintomático da covid-19. Contudo, a prefeitura do município ainda aguarda o resultado do Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) da Capital para confirmar a doença.

“Já tivemos um caso em que o teste rápido atestou positivo, mas depois confirmamos que a pessoa não estava contaminada. Por isso, vamos aguardar o resultado do laboratório, que deve sair nesta sexta-feira (29) para dar uma certeza”, comentou o prefeito da cidade, Joao Carlos Krug. Sete pessoas que teriam tido contato com o paciente já estão em isolamento.

Ainda segundo o prefeito, Edvan estava apresentando problemas de saúde desde a última sexta-feira (22), quando precisou ser encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande. Na ocasião, foi constatado um primeiro infarto e o paciente precisou passar por um cateterismo. Conforme o portal Jovem Sul News, Edvan era obeso e sofria de problemas cardíacos.

Ele ficou internado na Santa Casa até esta quarta-feira (27) quando retornou para Chapadão do Sul, mas hoje ele voltou a passar mal. Edvan foi colocado em uma ambulância da prefeitura de Chapadão do Sul, mas teve um novo enfarto e faleceu próximo a cidade de Camapuã.

No retorno a Chapadão foi colhido o material e feito o teste que atestou a doença. À princípio a morte não estaria relacionada com a possível contaminação do paciente, segundo o prefeito. Tanto a esposa quanto uma filha de Edvan, não apresentaram a contaminação pelo coronavírus.

Ainda conforme o prefeito de Chapadão do Sul as 7 pessoas que tiveram contato com o morador no ônibus da Secretaria de Saúde, que o levou ontem até a cidade, também já estão em isolamento. "Caso seja confirmado a doença, teremos que reforçar o monitoramento destas pessoas e outras que tiveram o contato com ele", completou Carlos Krug.

O sepultamento do morador seguiu todos os protocolos adotados em casos suspeitos de covid-19. O corpo foi revestido com dois sacos, colocado em um caixão e levado pela funerária direto para o sepultamento no cemitério local.