A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019

21/10/2019 08:51

Morre entregador de pizza atropelado por motorista bêbado em rodovia

Ademir Castro morreu na madrugada de hoje na UTI do Hospital da Vida; dois motoristas envolvidos no acidente estão presos

Helio de Freitas, de Dourados
Local onde entregador de pizza foi atropelado na noite de ontem; dois motoristas foram presos (Foto: Adilson Domingos)Local onde entregador de pizza foi atropelado na noite de ontem; dois motoristas foram presos (Foto: Adilson Domingos)
O entregador de pizza Ademir morreu na madrugada de hoje (Foto: Reprodução)O entregador de pizza Ademir morreu na madrugada de hoje (Foto: Reprodução)

Morreu hoje (21) o entregador de pizza Ademir Castro Amante, 38, atropelado na noite de ontem em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Ele foi socorrido em estado gravíssimo ao Hospital da Vida e teve duas paradas respiratórias quando era levado pelo Samu (Serviço Móvel de Urgência). Na madrugada, teve outra parada e não resistiu.

Casado e pai de três filhos, Ademir trabalhava durante o dia em uma empresa de materiais de construção e à noite entregava pizza para complementar a renda.

Ele seguia pela BR-163 em direção ao Parque das Nações quando foi atropelado pelo Gol conduzido por Juliano Bogarin da Silva, 37. O motociclista foi arremessado, bateu no para-brisa do carro e caiu na estrada. O condutor perdeu o controle do Gol e caiu no barranco.

O acidente ocorreu na altura do km 260, perto do Restaurante Kanoa, entre o trevo com a MS-156 e o Parque das Nações, região sul de Dourados. Outros carros se chocaram quando frearam bruscamente por causa do atropelamento.

Juliano Bogarin foi preso no local do acidente pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) e autuado em flagrante na Polícia Civil por conduzir veiculo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influencia de álcool. O teste de bafômetro apontou 1,03 mg/L, quatro vezes acima do limite máximo tolerado.

Também foi preso Dione Henrique da Silva, 31, condutor do Celta que fugiu do local do acidente. Testemunha citada na ocorrência policial afirma que Dione teria passado por cima de Ademir após a moto do entregador de pizza ser atropelada pelo Gol.

Dione Henrique da Silva foi localizado pela Guarda Municipal no Parque das Nações. O Celta dele tinha marcas de batida na traseira e na dianteira, mas ele nega ter passado sobre o motociclista na estrada.

Os guardas descobriram que Dione estava com prisão preventiva decretada no dia 9 de agosto deste ano pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Dourados, Luiz Alberto de Moura Filho, devido à condenação de quatro anos de reclusão por incêndio criminoso, ocorrido em julho de 2015.

Dione tinha sido preso em flagrante e confessou ter colocado fogo no quarto após a então companheira dele se negar a ficar no local. Em agosto deste ano, ele foi condenado a 17 dias de prisão acusado de agredir outra mulher.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions