A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

17/10/2018 10:53

Mortes não param e fugitivo é mais uma vítima da guerra na fronteira

Edgar David Romero morreu de madrugada após ser ferido a tiros de pistola em uma quadra de vôlei em Pedro Juan Caballero

Helio de Freitas, de Dourados
Homem chegou a ser socorrido, mas morreu na ambulância (Foto: Porã News)Homem chegou a ser socorrido, mas morreu na ambulância (Foto: Porã News)

Um paraguaio foragido da justiça é a mais recente vítima da guerra travada por facções que lutam pelo controle do crime organizado na Linha Internacional entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã (MS).

Edgar David Romero, 25, foi alvejado com cinco tiros de pistola calibre 9 milímetros na noite de ontem (16) quando estava em uma quadra de vôlei. Os pistoleiros estavam em uma moto.

Ele chegou a ser levado ao hospital de Pedro Juan Caballero, onde recebeu atendimento. Na madrugada desta quarta-feira, foi transferido para a capital Assunção, mas morreu na ambulância, antes de chegar ao destino.

Com antecedentes criminais, Edgar estava com a prisão decretada pela justiça paraguaia. Ele morava em um acampamento de famílias sem-teto na periferia da cidade.

Edgar Romero é a terceira vítima de pistoleiros em menos de 12 horas em Pedro Juan Caballero. Na manhã de hoje, os corpos de Eliza Aparecida Villagra, 19, e a adolescente Raquel Chamorro, 16, as duas de nacionalidade paraguaia, foram encontrados em um lixão.

As duas foram mortas com tiros na nuca, disparados de curta distância, o que confirma a execução. Os assassinos ainda tentaram atear fogo nos corpos.

Em julho deste ano, Eliza tinha sido presa junto com outras três pessoas na casa onde foi encontrada a caminhonete Toyota Hilux preta, roubada dois dias antes do vereador Idenor Machado (DEM), em Dourados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions