ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  29    CAMPO GRANDE 16º

Interior

Motorista perde controle da direção e fica em estado grave após capotar carro

Policial de folga prestou primeiros socorros e reanimou vítima que estava desacordada

Por Ana Paula Chuva | 16/05/2022 13:19
Luciano no momento em que prestava socorro à vítima. (Foto: BNC Notícias)
Luciano no momento em que prestava socorro à vítima. (Foto: BNC Notícias)

Durante viagem para Campo Grande, o escrivão da Polícia Civil, Luciano Morel, 44 anos, precisou fazer uma parada de urgência porque sua Kombi estragou e acabou se deparando com um acidente com capotagem e prestou socorro ao motorista que ficou gravemente ferido na BR-060, em Paraíso das Águas, a 277 km da Capital.

Ao Campo Grande News, Luciano contou que saiu da cidade onde mora e trabalha, Paraíso das Águas, por volta das 14h de domingo (15), junto com um colega pedreiro. Os dois seguiam rumo à Capital para ajudar a mãe do policial em alguns reparos da casa onde ela mora.

“Eu estou montando uma Kombi Home e decidi vir com ela para testar. Estou de folga e vim ajudar minha mãe com alguns reparos na casa dela aqui em Campo Grande, e na Kombi, cabe mais ferramentas”, contou.

No entanto, no caminho, o veículo apresentou problemas. Na primeira vez, Luciano recebeu ajuda de motoristas que passavam pelo local, mas alguns metros depois, acabou parando novamente e decidiu esperar a Kombi “esfriar”.

“Eu pensei em voltar para Paraíso e pegar outro carro, mas decidi esperar ali um pouco e comecei a ouvir um barulho muito forte e quando olhei vi o carro branco que estava há mais ou menos 1 km de onde eu estava, capotando. Saímos correndo para ver o que tinha acontecido”, afirmou Luciano.

Veículo conduzido por Rafael ficou parcialmente destruído. (Foto: BNC Notícias)
Veículo conduzido por Rafael ficou parcialmente destruído. (Foto: BNC Notícias)

Quando os dois chegaram ao local onde o carro parou, o passageiro do veículo já estava em pé, no entanto, o motorista, que foi arremessado para fora do Gol, estava caído e muito ensanguentado.

“No caminho, tentei ligar para o socorro, mas o celular estava sem sinal e quando cheguei, o motorista estava com o rosto virado para a terra, desacordado, sem respirar e com parte do couro cabeludo descolado. Ali, fiz os primeiros socorros”,  declarou o policial.

Apesar das tentativas do policial, o homem não acordou. Enquanto isso, o pedreiro que estava com Luciano parava os carros no rodovia para tentar ajudar. “Acabou que ele foi voltando aos pouquinhos a respirar, fiquei ali monitorando ele para que não parasse novamente de respirar e vi que ele começou a reagir”, disse.

Logo o socorro chegou e o homem identificado como Rafael Martins Marques, 27 anos, foi levado para atendimento médico e, em seguida ,transferido para Campo Grande.

O carro, dirigido por Rafael, passou por cima da cerca de uma propriedade rural na região e, ainda segundo Luciano, estava sem cintos de segurança instalados. “Eu vi que tinham cintos novos dentro do carro, mas não estavam instalados”, explicou.

“Eu acredito em Deus. A Kombi estragou ali para que eu pudesse ajudar. Voltei para Paraíso e me certifiquei de que ele estivesse vivo. E depois segui viagem para Campo Grande. Eu vi o carro rodando no ar. O Rafael foi jogado uns cinco metros para longe. Ver um acidente é bem difícil. Acredito que ele vai se recuperar e ficar bem’, completou Luciano.

Conforme o site BNC Notícias, o motorista seria um trabalhador de uma propriedade rural próximo ao local e teria perdido o controle do veículo. Ele sofreu traumatismo craniano grave.

Momento em que Rafael é socorrido pela ambulância. (Foto: BNC Notícias)
Momento em que Rafael é socorrido pela ambulância. (Foto: BNC Notícias)


Nos siga no Google Notícias