A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017

25/10/2013 23:30

MPF investiga destruição de cemitério indígena em fazenda de Dourados

Vinícius Squinelo
Cemitério fica dentro de fazenda (foto: divulgação)Cemitério fica dentro de fazenda (foto: divulgação)

O MPF/MS (Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul) instaurou Inquérito Civil Público para apurar a destruição de um cemitério indígena no município de Dourados. O cemitério fica dentro de uma fazenda reivindicada pela comunidade guarani-kaiowá de Pacurity como sendo um território de ocupação tradicional. Os indígenas estão acampados às margens da BR-463 há 22 anos.

Em diligência realizada no dia 12 de setembro, representante do MPF foi levado a um dos cemitérios indígenas da região reivindicada, a 9 km do acampamento Pacurity. No local, o servidor pôde constatar a existência de um pequeno cercado com cruzes e uma árvore, que se destacavam na plantação de milho ao redor.

Cinco dias depois, ao retornar para registrar as coordenadas geográficas do cemitério, o servidor verificou que o cercado, as cruzes e a árvore foram removidos. Restava apenas o sinal da terra remexida.

Conforme previsto na Lei 9605/1998, artigo 63, é crime “alterar o aspecto ou estrutura de local especialmente protegido por lei, ato administrativo ou decisão judicial sem autorização da autoridade competente ou em desacordo com a concedida” A pena é de um a três anos de reclusão e multa.

STF derruba liminares que impediam demarcação de terras indígenas em MS
O STF (Supremo Tribunal Federal) cancelou liminares que suspendiam a homologação de terras indígenas em Paranhos, a 469 quilômetros de Campo Grande. ...
Vítima morre na Santa Casa da Capital 25 dias após ser atropelada
Um idoso de 64 anos morreu após atropelado por um trator em um assentamento de São Gabriel do Oeste – 140 quilômetros de Campo Grande. Ariovaldo Mari...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions