A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/05/2016 14:10

MPF vai acompanhar transição de usinas para empresa chinesa

Após atuação do MPF, Ibama notifica nova administradora sobre obrigações ambientais. Juntas, as duas usinas formam o 6º maior complexo hidrelétrico do mundo

Antonio Marques
Patrimônio arqueológico. Cerâmicas descobertas na região das usinas comprovam povoação da região há milhares de anos. (Foto: Ascom MPF/MS)Patrimônio arqueológico. Cerâmicas descobertas na região das usinas comprovam povoação da região há milhares de anos. (Foto: Ascom MPF/MS)

Com o objetivo de garantir que não haja interrupção nas obrigações e projetos ambientais assumidos pela atual concessionária, CESP (Companhia Energética de São Paulo), e a CTG (China Three Gorges Brasil Energia Ltda), a futura administradora das usinas, o MPF/MS (Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul) instaurou inquérito para acompanhar a transição entre as empresas concessionárias que administram as UHE (Usinas Hidrelétricas de Energia) Ilha Solteira e Engenheiro Souza Dias (conhecida como Jupiá), localizadas no Rio Paraná, na divisa dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

A duração do período de transição será de 180 dias, contados da assinatura do contrato de concessão, que ocorreu em 5 de janeiro de 2016.

Como primeira medida, o MPF solicitou dados às empresas e foi informado que a concessão está em fase de operação assistida, em que cabe à Rio Paraná S.A., controlada pela CTG, apenas observar a operação, colher dados e estruturar a companhia, para que, ao término do período de transição, possa assumir as operações sem causar problemas na continuidade da prestação do serviço de geração de energia.

Conforme a assessoria do MPF/MS, a Rio Paraná informou não ter responsabilidade sobre a gestão e operação neste período. Em 29 de fevereiro de 2016 ocorreu a primeira reunião técnica entre as equipes de meio ambiente da CESP e da CTG e, de acordo com o relatório da CESP, além das obrigações ambientais previstas nos licenciamentos, a empresa paulista mantém outros projetos ecológicos.

Já o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), oficialmente encarregado pela fiscalização ambiental, informou em 21 de março de 2016 que a CTG ainda não havia procurado o Instituto para solicitar a mudança da titularidade dos processos administrativos das UHEs Jupiá e Ilha Solteira. A condução dos processos está sendo efetuada pela CESP.

Motivado pelo questionamento do MPF/MS, o Ibama notificou a CTG para iniciar o processo da transição no cadastro do Instituto.

Segundo dados da CESP, a Usina Hidrelétrica Ilha Solteira, entre os municípios de Ilha Solteira (SP) e Selvíria (MS), é a maior usina do Estado de São Paulo e terceira maior do Brasil, e junto com a Usina de Jupiá, entre Andradina (SP), Castilho (SP) e Três Lagoas (MS), compõem o sexto maior complexo hidrelétrico do mundo.

Ladrões assaltam sorveteria e suspeito é baleado por comparsa durante fuga
Jovem de 18 anos foi preso em flagrante após assaltar uma sorveteria e acabar baleado pelo comparsa, no fim da noite de ontem (12), no bairro São Ben...
Jovem de 25 anos morre baleado em frente a padaria no Nova Americana
Jovem de 25 anos foi morto a tiros em frente a uma padaria do bairro Nova Americana, em Três Lagoas, município a 338 quilômetros da Capital. Caso aco...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions