ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 16º

Interior

Mulher diz que matou marido após ser obrigada manter relação sexual

Além de ser obrigada a satisfazer os desejos do marido, ela também era agredida pelo homem

Por Kerolyn Araújo | 24/02/2020 11:39
Crime aconteceu em assentamento indígena às margens da BR-163. (Foto:Adilson Domingos)
Crime aconteceu em assentamento indígena às margens da BR-163. (Foto:Adilson Domingos)

Mulher de 37 anos presa na tarde de ontem (23) após matar o marido a facadas em um assentamento indígena em Dourados, cidade distante a 233 quilômetros de Campo Grande, contou à polícia que matou o marido porque era obrigada por ele a manter relação sexual.

Segundo informações do site Dourados Agora, a mulher relatou que era obrigada pelo marido a praticar sexo anal mesmo contra a vontade. Ela também contou que era agredida pelo homem sempre que ele ingeria bebidas alcoólicas.

Ontem (23), durante uma briga, a vítima acertou uma facada no peito de Valdeir Barbosa de Souza, 29 anos. A faca perfurou o coração e o homem morreu no local.

A suspeita foi presa e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Dourados.