ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 15º

Interior

Na fronteira do Brasil com Paraguai, Coronel Sapucaia completa 36 anos

Com nome de herói militar, o município fronteiriço comemora hoje sua emancipação política

Por Mariely Barros | 24/05/2022 06:52
Vista aérea do município de Coronel Sapucaia. (Foto: Segov)
Vista aérea do município de Coronel Sapucaia. (Foto: Segov)

Coronel Sapucaia, distante 396 km de Campo Grande, completa 36 anos de emancipação política nesta terça-feira (24). Localizada na fronteira do Brasil com o Paraguai, a cidade tem uma população estimada de 15.499 habitantes segundo o IBGE (Instituto Brasileiros de Geografia e Estatística).

Elevada a município pela Lei nº 623, de 30 de dezembro de 1985, pelo então governador de Mato Grosso do Sul, Wilson Barbosa Martins, o nome atual da cidade é uma homenagem ao coronel Orlando Olsen Sapucaia, que promoveu ações de pacificação em toda região fronteiriça da qual o município faz parte.

Coronel Sapucaia foi um dos distritos do ″Patrimônio da União″ do município de Ponta Porã, sendo que seu primeiro nome era Nhu-Verá. Por ali, entravam a maioria dos paraguaios concentrados pela Cia. Mate Laranjeira, que estrategicamente montou um posto de abastecimento para a exploração de erva-mate.

Os paraguaios vinham a pé e chegando a esse local, de longe, avistaram os extensos campos que brilhavam ao reflexo do sol, batizando o lugar de Nhu-Verá (nome descritivo em língua guarani, que significa ″Campo que Brilha″).

No dia 2 de dezembro de 1938, foi expedida certidão para criação do Patrimônio da Povoação de Nhu-Verá, denominada agora como distrito de Paz de Antônio João, com área territorial de 1.415 hec., situada no município de Ponta Porã e depois, consequentemente, no município de Amambai.

Nos siga no Google Notícias