A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/07/2016 09:25

Obrigado a demitir 346 servidores, prefeito chama adversários para o debate

Justiça deu prazo de 48 horas para prefeito de Fátima do Sul exonerar ocupantes de cargos comissionados por descumprir acordo com o Ministério Público

Helio de Freitas, de Dourados
Junior Vasconcelos, prefeito de Fátima do Sul (Foto: Rogério Sanches/Fátima News)Junior Vasconcelos, prefeito de Fátima do Sul (Foto: Rogério Sanches/Fátima News)

Tendo que demitir 346 servidores contratados sem concurso público em 48 horas, o prefeito de Fátima do Sul, Junior Vasconcelos (PSDB), reagiu desafiando os adversários para um debate sobre os avanços da cidade nos últimos três anos e meio, período em que administrou o município de 20 mil habitantes localizado a 246 km de Campo Grande.

Na noite de ontem (12), Vasconcelos divulgou uma nota em que aponta melhorias na administração pública durante sua gestão, mas não entrou em detalhes sobre a decisão da Justiça. “Passei o dia de hoje preocupado com situação de 346 funcionários”, disse ele.

Na segunda-feira, a Rosângela Alves de Lima Fávero determinou, a pedido do Ministério Público Estadual, que a prefeitura exonere os servidores comissionados dentro de 48 horas.

A ação foi movida pela Promotoria de Justiça depois que o prefeito deixou de cumprir um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) que previa prazo de cinco dias para comprovar a não convocação de servidores aprovados em concurso público e 20 dias para apresentar projeto de reestruturação dos cargos e carreira dos efetivos.

Conforme a ação, além de não exonerar os comissionados e extinguir cargos considerados irregulares pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), a prefeitura não comprovou a nomeação dos concursados e ainda contratou mais 138 comissionados em fevereiro de 2016.

Se não cumprir a determinação feita nesta semana, Vasconcelos será multado e pode responder por desobediência, atentado à dignidade e improbidade administrativa.

Chamado de menino – Sem citar nomes, Junior Vasconcelos usou o caso para responder aos adversários: “Enquanto estamos trabalhando e buscando melhorias e soluções para nossa Favo de Mel, tem gente me chamando de menino e falando que estou brincando de administrar”.

Após listar as “conquistas” da administração – que incluem construção de casas, reforma de postos de saúde, asfalto e pagar p segundo melhor salário de Mato Grosso do Sul para os professores – o prefeito disse ter conseguido em três anos e meio avanços “que nunca houve” na cidade.

“Não sou dono de Fátima do Sul, mas sou filho desta terra que luta para a cidade estar no rumo do desenvolvimento, buscando as melhorias o qual a população necessita”, afirmou.

Recado à família Machado - Vasconcelos disse que não desiste perante uma dificuldade e que nunca abandonou a cidade “para depois voltar querendo trazer a solução” e mandou um recado indireto para a deputada estadual Grazielle Machado (PR), filha do ex-deputado Londres Machado e da ex-prefeita de Fátima do Sul, Ilda Machado.

“Na maior enchente da história estávamos com a população enquanto pessoas tiravam fotos na água. Sempre buscando solucionar os problemas encontrados e perante mais essa dificuldade iremos buscar a melhor solução para que os servidores municipais de Fátima do Sul não sejam demitidos. Precisamos trabalhar juntos, nossa cidade precisa de união”, afirmou.

No ano passado, durante a cheia do Rio Dourados que alagou a Vila dos Navegantes, Grazielle Machado visitou os moradores e várias fotos dela andando na área alagada e dando entrevista a emissoras de rádio foram postadas na internet.

“Deus me deu a honra de ser o prefeito desta cidade maravilhosa e em pouco tempo tivemos várias conquistas, pois juntos somos mais fortes. O que está em jogo e o bem-estar da população e não o nosso, como muitos por ai pensam e agem”, afirmou Vasconcelos.

“Gosto da democracia e com ela vamos projetar um debate para dar oportunidade de esclarecermos todos os assuntos sem distinção, pois tenho umas dúvidas e uns dados que somente no debate podemos saber a realidade como ela é”, completou o prefeito, será candidato à reeleição e deve disputar o voto com Ilda Machado.

Polícia carioca pede extradição de traficante preso no Paraguai
A extradição do traficante Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, preso na cidade de Encarnación, no Paraguai, perto da fronteira com Mat...
Uems recebe inscrições em seleção para cursos de Educação à Distância até dia 22
Seguem abertas até 22 de dezembro as inscrições no processo seletivo de cursos de graduação e pós-graduação, na modalidade EaD (Educação à Distância)...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions