A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Outubro de 2019

16/06/2019 10:26

Operação fiscaliza venda de bebidas em aldeias, após onda de assassinatos

Ângela Kempfer
Polícia durante fiscalização em uma dos comércios de bebidas dentro de aldeia. (Foto: Dourados News)Polícia durante fiscalização em uma dos comércios de bebidas dentro de aldeia. (Foto: Dourados News)

Equipes da Polícia Militar, Guarda Municipal e Conselho Tutelar montaram uma força-tarefa na noite de ontem (15) contra o excesso de bebida alcóolica dentro de aldeias indígenas. Em uma semana, 5 pessoas foram assassinadas na reserva indígena de Dourados, o que fez o Ministério Público solicitar fiscalização da venda de bebidas.

Nenhuma pessoa foi presa, segundo o site Dourados News, nem detalhes da operação repassados à imprensa. 

O crescimento dos casos de violência na região provocou também apelos das lideranças, que se reúnem na próxima segunda-feira com o titular da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), Antonio Carlos Videira. O encontro também contará com integrantes do MPF (Ministério Público Federal). 

Na sexta-feira (7), Rosilene Rosa Pedro, 34, e Osvaldo Ferreira, 38, foram assassinados com golpes de facão dentro de casa. O filho do casal, de 9 anos, encontrou os corpos. No dia 12 de junho, Júnior Abraão da Silva, 22, foi encontrado morto dentro de poço desativado na Reserva Indígena.

O último crime ocorreu no dia 14, Josias da Silva Machado, 48, e Pedro Avila Morales Filho,19, também foram mortos na aldeia Jaguapiru,

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions