A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019

05/11/2015 16:23

Outras cinco crianças podem estar envolvidas em rede de exploração

Renata Volpe Haddad

Além da menina de cinco anos que era explorada sexualmente pela mãe e avó, a Polícia Civil encontrou fotos de nudez de mais cinco crianças que têm entre 10 e 12 anos, porém, as meninas ainda não foram identificadas. A rede de pedofilia que começou em Chapadão do Sul, distante 321 km de Campo Grande, foi desarticulada em outubro deste ano.

O delegado de Chapadão do Sul, Danilo Mansur, afirmou que a polícia ainda está levantando informações para descobrir que são as meninas. "São 4 ou 5 crianças que possivelmente são amigas da filha da avó que explorava a neta de 5 anos", explica.

De acordo com Mansur, foram encontradas fotos de nudez, mas sem nenhum tipo de pornografia. "Me parece que quando a avó foi presa em Santa Fé do Sul, a polícia de lá encontrou um vídeo com essas meninas que contém cenas pornográficas. Eu ainda não tive acesso a esse vídeo, estão aqui na delegacia apenas as fotos", alega.

O delegado acredita ainda que as crianças sejam de Chapadão do Sul ou de Paranaíba. "Isso porque a avó morava em Chapadão do Sul, mudou-se para Paranaíba e depois para Santa Fé, mas ainda precisamos levantar mais informações", comenta.

Até amanhã (6), o delegado encaminha o inquérito para o fórum, mas as investigações continuam para saber se há realmente mais pessoas envolvidas na rede de pedofilia.

Segundo o delegado da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Paulo Sérgio de Souza Lauretto, o homem que recebia as fotos e vídeos da menina de 5 anos e que estava negociando para manter relações sexuais com a menina, foi preso em Campo Grande no dia 9 de outubro. "Pedimos auxílio para as delegacias de Chapadão e Paranaíba já que os responsáveis pela criança são de lá, agora vamos aguardar o que mais vai ser descoberto para o caso ser concluído", informa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions