ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUARTA  19    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Pai de advogado é ouvido sobre corpo encontrado carbonizado em Fusion

Advogado estava desaparecido desde ontem de manhã, mas polícia ainda aguarda perícia para confirmar identidade da vítima

Helio de Freitas, de Dourados | 16/02/2017 10:03
Carro foi encontrado em chamas com corpo no porta-malas (Foto: Sidnei Bronka/94 FM)
Carro foi encontrado em chamas com corpo no porta-malas (Foto: Sidnei Bronka/94 FM)

A polícia de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, suspeita que o corpo encontrado em chamas na manhã desta quinta-feira (16) no porta-malas de um Ford Fusion, seja do advogado Valmir Leite Junior. O pai dele, que é fotógrafo na cidade, está sendo ouvido neste momento na 1ª Delegacia de Polícia Civil.

De acordo com Valmir Leite, que é bastante conhecido na cidade por ter atuado por vários anos na assessoria de imprensa da prefeitura, o filho saiu ontem de manhã para ir a Pedro Juan Caballero. Além de advogado, Valmir Leite Junior, que também trabalhou como fotógrafo, estudava medicina na cidade paraguaia.

Valmir Leite foi até o local onde o carro foi encontrado em chamas e disse que o filho levaria uma pessoa ontem para se apresentar à justiça do Paraguai. A identidade dessa pessoa ainda é desconhecida. Segundo ele, desde ontem a família não consegue falar com o advogado, já que seu telefone celular está desligado. Valmir confirmou que o carro era de seu filho.

Apesar da suspeita do pai de que o corpo seja do advogado, a polícia informou que apenas um exame de DNA poderá confirmar a identidade da vítima, já que o cadáver ficou totalmente carbonizado.

Uma consulta ao site Jusbrasil mostra que Valmir Leite Junior tinha entre seus clientes um conhecido traficante que está preso na PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

No final do ano passado, o advogado pediu a liberdade do traficante através de um “indulto humanitário” por seu cliente ter perdido parte de uma das pernas por causa de trombose provocada pelo diabetes. Entretanto, o pedido foi negado pelo ministro Nefi Cordeiro, do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Carro em chamas – O Ford Fusion V6 prata, ano 2012, placa de São Paulo, foi encontrado na manhã de hoje na margem de uma estrada que liga os bairros Jardim Guaicurus e Estrela Verá, na região sul. O carro foi totalmente queimado e o corpo estava no porta-malas. Foi preciso chamar os bombeiros para apagar o incêndio.

Nos siga no Google Notícias