ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Pancadaria em comitê vira caso de polícia a dois dias de eleição

Cinco pessoas foram autuadas por desacato, ameça, vias de fato e lesão corporal

Por Adriano Fernandes | 11/06/2021 22:30


A apenas dois dias da eleição suplementar a noite de sexta-feira (11) foi marcada por ameaças, troca de acusações e pancadaria, em Sidrolândia, cidade a 71 quilômetros de Campo Grande. Cinco pessoas foram levadas para prestar depoimento na delegacia e até o Batalhão de Choque da Polícia Militar, precisou intervir na confusão em frente ao comitê do candidato Enelvo Felini (PSDB).

Vídeo do local, mostra dois homens discutindo em meio aos moradores no endereço na Rua João Márcio Ferreira Terra, no Bairro São Bento. Em determinado momento a troca de ofensas e xingamentos da dupla termina em socos e empurra-empurra.

A multidão de homens e mulheres estava aguardando um "pagamento", que supostamente seria pelo trabalho na campanha do candidato. Agentes em pelo menos três viaturas da Polícia Militar e uma do Batalhão de Choque tiveram de ir ao local para acalmar os ânimos dos eleitores.

A dupla que aparece no vídeo e outras duas pessoas foram levados para a delegacia e autuados por vias de fato e lesão corpo dolosa. Uma mulher machucou o joelho em meio à confusão e também foi ouvida. Um outro homem, de 31 anos, também foi algemado e levado para a delegacia depois de ameaçar "matar as pessoas do comitê, seus desafetos políticos ". Uma arma falsa que também pertencia a um dos envolvidos na briga também foi entregue à Polícia Militar por uma testemunha, durante a ocorrência.

A reportagem não conseguiu contato com Enelvo Felini. Ele disputa o cargo de prefeito da cidade com a candidata Vanda Camila (PP), prefeita interina da cidade.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário