A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Março de 2017

02/03/2015 09:18

Para vingar morte de policial, soldado mata suspeito dentro de hospital

Viviane Oliveira
Policial militar foi morto na avenida 14 de Março. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense) Policial militar foi morto na avenida 14 de Março. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

O policial militar Edevaldo Aleixo Marques Fontes, 38 anos, matou dentro do pronto-socorro de Corumbá, Jonilson Silva da Cruz, 33 anos, que assassinou durante a madrugada de hoje (2), o policial João Márcio Leite da Cruz, 34 anos. Jonilson estava no hospital, porque antes de matar o PM foi baleado por ele.

Ao site Diário Corumbaense o comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Wilson Velasques, informou que o soldado Fontes foi até o pronto-socorro em busca de informações sobre o policial baleado. Ao passar próximo à sala de procedimentos onde Jonilson estava, teria ouvido dele: "um policial a menos". O PM sacou a arma e fez dois disparos contra Jonilson, que morreu no local.

O soldado Fontes se apresentou ao Comando da PM e está preso. O comandante Velasques disse que os dois policiais militares estavam de folga. Um inquérito policial militar vai ser instaurado para apurar o caso. A Polícia Civil também investiga os homicídios. 

Policial João Márcio estava de folga. (Foto: reprodução)Policial João Márcio estava de folga. (Foto: reprodução)

O caso - João Márcio foi assassinado com três tiros em frente ao clube Atlético, na Avenida 14 de Março, em Ladário, distante 419 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi encontrada morta em cima de uma motocicleta. Ele foi atingido por três tiros, um no peito, perna e abdome. Antes de morrer, João Márcio conseguiu disparar contra o acusado de ter cometido o crime, Jonilson, que foi atingido por dois tiros.

À polícia, testemunhas relataram que viram o momento em que Jonilson saiu correndo do local e chamou Jeferson Manoel Lima da Silva, 29 anos, que estava em um veículo Ford KA. O carro foi revistado pelos policiais. No veículo foram encontrados um revólver calibre 38 com cinco munições deflagradas.

Jonilson foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e levado para o pronto socorro do município, onde foi morto pelo soldado Fontes. Jeferson, suspeito de participação no crime, está preso na Delegacia de Polícia Civil de Corumbá.




Um bandido a menos.

Uma pena é que o policial terá de responder pela morte do vagabundo. :-(
 
Rodney em 02/03/2015 14:49:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions