ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, QUARTA  25    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Para vingar morte de policial, soldado mata suspeito dentro de hospital

Por Viviane Oliveira | 02/03/2015 09:18
Policial militar foi morto na avenida 14 de Março. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)
Policial militar foi morto na avenida 14 de Março. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

O policial militar Edevaldo Aleixo Marques Fontes, 38 anos, matou dentro do pronto-socorro de Corumbá, Jonilson Silva da Cruz, 33 anos, que assassinou durante a madrugada de hoje (2), o policial João Márcio Leite da Cruz, 34 anos. Jonilson estava no hospital, porque antes de matar o PM foi baleado por ele.

Ao site Diário Corumbaense o comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Wilson Velasques, informou que o soldado Fontes foi até o pronto-socorro em busca de informações sobre o policial baleado. Ao passar próximo à sala de procedimentos onde Jonilson estava, teria ouvido dele: "um policial a menos". O PM sacou a arma e fez dois disparos contra Jonilson, que morreu no local.

O soldado Fontes se apresentou ao Comando da PM e está preso. O comandante Velasques disse que os dois policiais militares estavam de folga. Um inquérito policial militar vai ser instaurado para apurar o caso. A Polícia Civil também investiga os homicídios.

Policial João Márcio estava de folga. (Foto: reprodução)
Policial João Márcio estava de folga. (Foto: reprodução)

O caso - João Márcio foi assassinado com três tiros em frente ao clube Atlético, na Avenida 14 de Março, em Ladário, distante 419 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi encontrada morta em cima de uma motocicleta. Ele foi atingido por três tiros, um no peito, perna e abdome. Antes de morrer, João Márcio conseguiu disparar contra o acusado de ter cometido o crime, Jonilson, que foi atingido por dois tiros.

À polícia, testemunhas relataram que viram o momento em que Jonilson saiu correndo do local e chamou Jeferson Manoel Lima da Silva, 29 anos, que estava em um veículo Ford KA. O carro foi revistado pelos policiais. No veículo foram encontrados um revólver calibre 38 com cinco munições deflagradas.

Jonilson foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e levado para o pronto socorro do município, onde foi morto pelo soldado Fontes. Jeferson, suspeito de participação no crime, está preso na Delegacia de Polícia Civil de Corumbá.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário