ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 15º

Interior

PF e Bombeiros buscam por corpo de cacique guarani-kaiowá Nisio Gomes

Por Nyelder Rodrigues | 02/07/2012 21:35
Cacique está desaparecido desde novembro do ano passado. Indígenas dizem que ele está morto
Cacique está desaparecido desde novembro do ano passado. Indígenas dizem que ele está morto

O corpo do cacique guarani-kaiowá Nisio Gomes, tido como desaparecido pelo polícia desde novembro de 2011, está sendo procurado em matas e águas de diversas cidades do Estado pela Polícia Federal e Corpo de Bombeiros.

Líder indígena do acampamento Guayviry, em Aral Moreira, Nisio, com 59 anos, foi vítima de um ataque de cerca de 40 pistoleiros fortemente armados contra a comunidade, que contava com 60 indígenas.

Conforme os índios do local, que dizem que o cacique foi morto, ele foi atingido com tiros de calibre 12 e, depois de morto, o corpo foi levado pelos pistoleiros. Os disparos teriam atingido cabeça, peito, braço e pernas.

No dia 15 de junho, a Polícia Federal de Ponta Porã realizou uma operação para cumprir dez mandados de prisão preventiva em Dourados, contra suspeitos de envolvimento no sumiço do cacique. Nove pessoas foram detidas.

Nos siga no Google Notícias