A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

01/10/2018 15:44

PM recupera carro e prende mais seis índios por roubo e cárcere privado

Grupo voltou a invadir chácara onde casal foi assaltado de madrugada; entre os presos estão duas mulheres

Helio de Freitas, de Dourados
Armas, fogos e foice encontrados com índios presos em empresa de recicláveis (Foto: Divulgação)Armas, fogos e foice encontrados com índios presos em empresa de recicláveis (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar prendeu mais seis índios acusados de invadir uma empresa de materiais recicláveis instalada em uma chácara na margem da Avenida Guaicurus, perto da aldeia Bororó, em Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande.

De madrugada, Cleber Gonçalves Ricarte, 27, e Jhones Vargas, 21, já tinham sido presos pela PM acusados de agredir e de manter em cárcere privado o caseiro de 65 anos e a mulher dele, de 62.

Por volta de meio-dia, a PM foi novamente chamada porque um grupo de índios tinha voltado a invadir a empresa. Uma equipe foi ao local e prendeu Israel Saratui de Sousa, 22, Adriel Castro Aguero, 21, Gilberto Fernandes Ricarte, 26, Josiel Maciel Palácio, 18, Marcelina Almeida, 67, e Elza Paulo, 49, acusados de roubo, cárcere privado e danos.

De acordo com a PM, durante a invasão da madrugada, os índios quebraram a porta do local e fizeram os moradores de reféns, ameaçando-os de morte. “Os acusados lançaram fogos de artifício dentro da residência como forma de promover medo às pessoas que lá estavam”, diz nota da PM.

Um carro VW Polo cinza foi levado do local. Depois que a dupla foi presa durante a madrugada, um grupo de índios ligou para a delegacia e propôs devolver o veículo pela liberdade dos acusados.

Ao voltar à empresa após denúncia de que os índios teriam invadido novamente e roubado objetos dos funcionários, a PM viu um grupo de pelo menos 20 pessoas ameaçando três funcionários de posse de facas, fogos de artifício, foices e flechas.

O grupo fugiu para uma mata nas proximidades, mas Israel e Adriel avançaram em direção aos policiais de posse de fogos de artifício e facas e tiveram de ser contidos.

Cinco dos oito índios que foram presos hoje acusados de invadir empresa de recicláveis para roubar (Foto: Divulgação)Cinco dos oito índios que foram presos hoje acusados de invadir empresa de recicláveis para roubar (Foto: Divulgação)


Cade os direitos humanos para defender os fazendeiros? ou só vale quando os fazendeiros batem nos silviculas?
 
Alex André de Souza em 01/10/2018 16:49:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions