ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  28    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Polícia abre inquérito e ouve participantes de trilha onde idosa desapareceu

Buscas entram no sexto dia e não há vestígios que levem a localização de Tânia Bonamigo, 62 anos

Por Geniffer Rafaela | 14/01/2022 15:15
No sexto dia de busca por idosa, equipes realizam buscas nos paredões ao redor da cachoeira. (Foto: Divulgação Bombeiros Militar)
No sexto dia de busca por idosa, equipes realizam buscas nos paredões ao redor da cachoeira. (Foto: Divulgação Bombeiros Militar)

Na véspera de completar a 1ª semana de buscas por  Tânia Bonamigo, de 62 anos, o delegado da Polícia Civil de São Gabriel do Oeste instaurou inquérito para colher detalhes sobre o desaparecimento da turista. Os bombeiros continuam realizando buscas na região da cachoeira Los Pagos, no município distante 137 km da Capital.

De acordo com o site Idest, o delegado Fábio da Silva Magalhães instaurou inquérito para apurar fatos do dia do desaparecimento da idosa. Para isso, todos que estavam no local no dia em que Tânia se perdeu estão sendo ouvidos, porém ainda não há novidades.

As buscas realizadas pelos bombeiros prosseguem. Segundo o comandante da Operação de Busca, major Fábio Pereira de Lima, nesta sexta-feira equipes realizam buscas nos paredões ao redor da cachoeira.

Segundo o militar, foram encontradas pegadas de onça na área vistoriada, mas não há qualquer indício de que isso possa ter relação com o desaparecimento da idosa.

“Eles são especializados em salvamento em altura. Estão realizando busca em quatro pontos de possível queda e que a vítima possa estar enroscada ou em alguma fenda. Então, estão fazendo a averiguação e também estamos com o apoio do helicóptero da PRF (Policia Rodoviária Federal) que continua sobrevoando a área tentando a visualização de algum ponto”, explicou.

A força-tarefa empenhada na busca conta com equipes de busca terrestres, cães de busca e resgate e militares especializados em salvamento em altura. Dois helicópteros e drones auxiliam fazendo sobrevoo pela área, sendo que um deles possui sensor térmico possibilitando as buscas no período noturno, devido ao perigo elevado que o local possui.

Desaparecimento - Conforme apurado pelo Campo Grande News, Tânia mora em Campo Grande e estava acompanhada de parentes, quando ao se afastar por alguns minutos do grupo que fazia a trilha, acabou desaparecendo. Ninguém soube informar se ela chegou a entrar na cachoeira, que tem 70 metros de queda.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário