A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

18/06/2014 17:33

Polícia ainda tenta identificar responsáveis por casos de linchamento

Caroline Maldonado

Três casos de linchamento, ocorridos nas últimas quatro semanas, continuam sem solução em Ponta Porã, município a 323 quilômetros de Campo Grande. Uma das vítimas do grupo que persegue moradores de rua suspeitos de roubo, morreu no hospital, no dia 29 de maio.

O delegado que investiga os casos, Jarley Inácio de Souza, disse que já conversou com as outras duas vítimas, mas não pode revelar detalhes dos depoimentos para não atrapalhar a investigação.

Para o delegado, aproximadamente oito pessoas estão associadas para identificar e espancar moradores de rua e dependentes químicos. Esses criminosos buscam flagrar as vítimas roubando alguma residência para então agredi-las.

No último caso, o morador de rua Valdir Vilhalba Alves, 30 anos, foi acusado por uma moradora de ter furtado três cadeiras. Segundo a Polícia, a mulher discutiu com Valdir e chamou o namorado, que foi atrás da vítima e informou outras pessoas que o homem era suspeito de furtar as cadeiras.

A partir de então Valdir foi agredido por aproximadamente 30 pessoas, de acordo o delegado. “Existe esse grupo que persegue os moradores de rua, que são dependentes químicos, mas nos casos mais pessoas se envolvem e também agridem as vítimas. As pessoas se empolgam e depois percebem que o caso fica grave e se arrependem”, afirma o delegado.

Homem fica ferido ao ser espancado por dupla em Três Lagoas
Um homem de 33 anos que saiu há poucos dias da cadeia foi espancado na madrugada desta quinta-feira (12) no bairro Interlagos em Três Lagoas. De acor...
Grupo investigado por linchamento é suspeito de mais dois casos
Um caso de espancamento, ocorrido há cerca de quinze dias em Ponta Porã, município a 323 quilômetros de Campo Grande, pode ser mais uma ação do grupo...
Rapaz morto espancado tinha 30 anos e vivia nas ruas
Suspeito furtar três cadeiras, o rapaz que morreu ontem, em Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande, foi identificado como Valdir Vilhalba Alve...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions