A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

28/12/2015 22:54

Polícia descarta assalto e revela que taxista foi morto a golpes de faca

Flávio Paes

O taxista Josâ Mota de Oliveira, encontrado morto hoje pela manhã no Assentamento Geraldo Garcia, em Sidrolândia, não foi vítima de assalto e ao invés de tiros, foi assassinado a facadas, com golpes na barriga e altura do tórax. 

A informação é do delegado Carlos Eduardo Trevelin, que comanda as investigações. Além do carro (um Logan) não ter sido roubado, o que também levou a Polícia descartar a tese do latrocínio (roubo seguido de morte) e que no bolso da vítima, encontraram a carteira com aproximadamente R$ 380,00. Uma das hipóteses que servirão como linha de investigação é de que o crime teria sido motivado por alguma desavença pessoal do taxista com algum conhecido.

O crime - Nesta segunda-feira pela manhã, a Polícia Militar recebeu a informação de que um homem estaria morto dentro do veículo Renault Logan com placas NRZ 2203 de Sidrolândia. Jôsa teria sido surpreendido por bandidos durante a madrugada no lote onde morava, uma casa construída de alvenaria inacabada a cerca de 300 metros da rodovia MS-162. 

O taxista foi encontrado a cerca de 100 metros do lote, em uma viela que dá acesso aos fundos da casa onde morava. Ele perdeu o controle do veículo e bateu contra uma cerca que divide a propriedade.
Os policiais quebraram o vidro do lado do carona para desligar o veículo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions