ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  17    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Polícia descobre explosivo e derruba plano de fuga do PCC

Artefato foi instalado no muro da penitenciária de Pedro Juan Caballero

Por Helio de Freitas, de Dourados | 04/03/2021 08:08
Grade de janela cortada em cela da penitenciária de Pedro Juan (Foto: Divulgação)
Grade de janela cortada em cela da penitenciária de Pedro Juan (Foto: Divulgação)

A polícia paraguaia frustrou mais um plano de fuga na Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande. Essa foi a quinta vez que presos tentam escapar do presídio após a fuga em massa de 75 detentos, em janeiro de 2020.

Até explosivos seriam usados no plano descoberto na madrugada desta quinta-feira (4) e atribuído à facção brasileira PCC (Primeiro Comando da Capital). O artefato foi encontrado ao lado da muralha. O objetivo seria abrir buraco no muro para a saída dos presos.

O Ministério da Justiça do Paraguai informou que barras de ferro das celas já tinham sido cortadas. Os presos sairiam pelas janelas até o pátio, de onde escapariam pelo buraco na muralha.

Explosivo colocado no muro (Foto: Marciano Candia)
Explosivo colocado no muro (Foto: Marciano Candia)

Pelo menos 900 presos estão recolhidos na penitenciária. Após a descoberta do plano, o governo paraguaio proibiu temporariamente a entrada de novos detentos.

Segundo a ministra da Justiça Cecillia Pérez, um detento já tinha saído da cela e estava no pátio. Ele tinha a missão de detonar o explosivo para abrir buraco no muro.

Segundo o Ministério da Justiça, após os agentes penitenciários localizarem o explosivo, entraram no pavilhão chamado de “A Alta”, onde ficam os presos ligados ao PCC. No local encontraram as grades da cela 28 serradas.

Ainda segundo o governo do país vizinho, após a descoberta do plano, a Direção Geral de Estabelecimentos Penitenciários reforçou a segurança em todos os presídios paraguaios.

Há dois dias, agentes penitenciários encontraram armas artesanais, bebidas e até pés de maconha durante buscas para tentar descobrir suposto túnel que estaria sendo aberto para outra fuga em massa na cadeia.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário