A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Março de 2017

02/10/2015 10:15

Polícia encontra corpo de motorista e delegado pede extradição de latrocida

Corpo de Ronaldo Alegre Ribeiro foi encontrado próximo a uma estrada vicinal entre municípios de Nioaque e Anastácio

Helio de Freitas, de Dourados
Policiais no local onde o corpo de caminhoneiro foi encontrado (Foto: O Pantaneiro)Policiais no local onde o corpo de caminhoneiro foi encontrado (Foto: O Pantaneiro)
Ronevon está preso em Pedro Juan Caballero (Foto: Leo Veras)Ronevon está preso em Pedro Juan Caballero (Foto: Leo Veras)

Foi localizado nesta quinta-feira (1º) em uma mata próxima a uma estrada vicinal entre os municípios de Nioaque e Anastácio, o corpo do caminhoneiro Ronaldo Alegre Ribeiro, 40, que morava em Aquidauana, cidade a 135 km de Campo Grande.

O corpo foi encontrado por policiais do Núcleo de Inteligência, Investigações e Capturas da Delegacia de Aquidauana com base nas informações repassadas pelo próprio assassino, Ronevon Balta Custódio, 31, morador em Aquidauana, preso ontem de manhã em Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

Ronevon Custódio, que é filho de um militar reformado do Exército, matou Ronaldo para roubar o caminhão Mercedes Benz branco, apreendido na cidade paraguaia depois de ser localizado pelo sistema de rastreamento por GPS.

O delegado Jarley Inácio de Souza, titular da 1ª Delegacia de Polícia Civil em Ponta Porã, disse nesta manhã ao Campo Grande News que mantém contato com autoridades paraguaias para a extradição de Ronevon Custódio, que está preso na Polícia Nacional em Pedro Juan Caballero.

Roubo e morte – O caminhão Mercedes Benz foi roubado terça-feira (29), após Ronaldo ser atraído pelo assaltante para um falso frete em um pesqueiro na região do Pantanal. Na quarta-feira, Sirlene Alegre da Silva, 30, procurou a Polícia Civil de Aquidauana para denunciar o desaparecimento do irmão.

Ela informou que na terça-feira, por volta de meio-dia, Ronaldo saiu de casa com o caminhão para fazer o frete no pesqueiro localizado próximo à estrada para Nioaque, mas não retornou.

GPS – A empresa rastreamento descobriu que o caminhão estava em Pedro Juan Caballero. Com ajuda de autoridades paraguaias, policiais de Ponta Porã chegaram ao local onde estava o caminhão, no bairro Santo Antonio. O proprietário do local informou que um homem tinha deixado o caminhão para fazer reparos na pintura.

Os agentes saíram em busca do motorista e localizaram Ronevon nas imediações. Ele confessou o assalto e disse que matou o motorista com um tiro na cabeça e deixou o corpo em uma mata.

O promotor paraguaio Samuel Valdez, do Ministério Público do Departamento de Amambay, prometeu expulsar o autor do latrocínio ao Brasil, assim que o corpo fosse localizado.

PMA apreende carga ilegal de 46 mil litros de combustível para avião
A PMA (Polícia Militar Ambiental) apreendeu durante bloqueio realizado na BR-262, em Três Lagoas - cidade localizada a 338 km de Campo Grande - uma c...
Identificados assaltantes mortos em confronto com a polícia militar
Os assaltantes mortos em confronto com a PM (Polícia Militar) na madrugada deste sábado (25) em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, foram...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions