A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

19/09/2019 11:08

Polícia fecha “boca” do tráfico perto de escola e prende ladrão de lojas

Produtos furtados no comércio ajudavam a movimentar ponto de distribuição mantido por mulher de 21 anos e adolescente de 17

Helio de Freitas, de Dourados
Flavio Matos, o “Matrix”, autor de furtos em lojas, e Paola Vitória, dona da “boca” de drogas (Foto: Adilson Domingos)Flavio Matos, o “Matrix”, autor de furtos em lojas, e Paola Vitória, dona da “boca” de drogas (Foto: Adilson Domingos)

Flavio Rosa de Matos, 31, o “Matrix”, e Paola Vitoria da Silva, 21, foram presos ontem (18) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, acusados de furto em lojas e tráfico de drogas. O homem é apontado como autor de pelo menos sete arrombamentos no comércio da cidade nos últimos dias. As prisões foram feitas pelo SIG (Setor de Investigações Gerais), da Polícia Civil.

Os produtos furtados, principalmente eletrônicos, eram vendidos e o dinheiro ajudava a movimentar a “boca”, que funcionava perto de uma escola no Jardim Maringá, na região oeste de Dourados. O ponto de distribuição de drogas era mantido por Paola e por um adolescente de 17 anos, apreendido pela polícia.

De acordo com o delegado Rodolfo Daltro, entre os estabelecimentos “visitados” por Flavio nos últimos dias estão loja de aparelho de celulares, pet shop e loja de acessórios para mulheres.

Para executar os crimes, Flavio quebrava a vidraça das lojas ou arrombava a fechadura, sempre agindo com agilidade, segundo a polícia. O dinheiro da venda dos produtos furtados era usado para comprar droga na “boca” da Paola, parte para consumo próprio e outra parte para revender a outros dependentes químicos.

Quando a polícia o localizou, na segunda-feira (16), Flavio fugiu pulando muros e jogou fora seis papelotes de cocaína. Na casa da Paola, foram encontrados outros pacotes de droga, além de dinheiro e bens furtados recentemente na cidade. Flavio foi preso no dia seguinte, após furtar o celular de uma residência. Ele foi autuado por furto e por tráfico. Paola, autuada por tráfico.

O menor que ajudava a mulher a manter a “boca” possui vários antecedentes por tráfico. Ele foi levado para a Unei (Unidade Educacional de Internação).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions