ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Polícia paraguaia destrói lavouras de maconha na fronteira com MS

Acampamentos, prensas artesanais e 5,5 toneladas de maconha picada também foram queimados no departamento de Concepción

Por Helio de Freitas, de Dourados | 01/07/2016 11:01
Policiais paraguaios queimam acampamento de plantadores de maconha (Foto: Última Hora)
Policiais paraguaios queimam acampamento de plantadores de maconha (Foto: Última Hora)

Lavouras de maconha, acampamentos usados pelos traficantes para preparar os tabletes e grande quantidade da droga picada foram destruídos ontem (30) por agentes antinarcóticos da Polícia Nacional do Paraguai no departamento de Concepción, vizinho dos municípios de Bela Vista e Caracol, em Mato Grosso do Sul.

De acordo com a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai, foram destruídos pelo menos 5.560 kg de maconha já colhida. Os agentes também fizeram o corte e destruição de seis hectares em estágio de colheita e dois hectares da planta em fase de crescimento.

Os policiais descobriram nove acampamentos usados pelos traficantes para preparar a droga que é enviada para cidades brasileiras. Prensas rústicas, macacos hidráulicos e 35 quilos de sementes também foram queimados.

A ação, feita numa área pertencente à empresa Yby Marane'y de Puentesiño, foi chefiada pelo promotor-assistente Carlos Godoy e acompanhada por agentes do Departamento de Antinarcóticos da delegacia da Polícia Nacional em Concepción.

Além de Concepción, os traficantes cultivam lavouras de maconha nos departamentos de Amambay e Canindeyu, que também são vizinhos a Mato Grosso do Sul.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário