A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/06/2016 13:41

Polícia prende dois assaltantes e liberta caminhoneiro em rodovia de MS

Agentes do SIG investigam o caso para tentar chegar ao mandante do assalto; moradores de Dourados e Itaporã foram presos

Helio de Freitas, de Dourados
Vilson e Francisco foram presos com a carreta roubada (Foto: Sidney Broka/94 FM)Vilson e Francisco foram presos com a carreta roubada (Foto: Sidney Broka/94 FM)
Carreta estava sendo levada para o Paraguai (Foto: Sidney Bronka/94 FM)Carreta estava sendo levada para o Paraguai (Foto: Sidney Bronka/94 FM)

Um caminhoneiro foi assaltado e estava sendo mantido como refém por dois bandidos após ser atraído a Mato Grosso do Sul para fazer um falso frete para a região sul do Brasil. Os assaltantes foram presos por agentes do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Polícia Civil quando seguiam para o Paraguai, para entregar a carreta roubada. O motorista ainda estava na cabine, sob a mira de uma arma.

A prisão de Vilson dos Santos Junior, 28, o “Véio”, e Francisco da Silva, 39, o “Chico”, ocorreu na tarde de ontem (8) na BR-463l, saída de Dourados para Ponta Porã, mas foi divulgada nesta quinta. Com eles foi encontrado um revólver calibre 38.

De acordo com policiais que participaram da ação, o SIG recebeu informações que um caminhoneiro da região sul tinha sido atraído até Dourados para um falso frete e seria assaltado.

Os agentes foram para a rodovia e ficaram esperando o veículo, uma carreta Volvo branca, com placa de Trombudo Central, município catarinense localizado no Vale do Itajaí, a 206 km de Florianópolis. Os assaltantes não apresentaram resistência e foram presos em flagrante.

A vítima do assalto não teve o nome revelado pela polícia. O local e o horário exatos do roubo também são desconhecidos até agora, já que a investigação ainda não foi encerrada. Os policiais tentam chegar ao mandante do assalto. Em outros casos envolvendo o chamado falso frete, a ordem tinha partido de dentro do presídio de Dourados.

Vilson, que tem antecedentes criminais por assalto, furto e porte de arma, mora no Jardim Clímax, em Dourados, e Francisco, com passagem pela polícia por tráfico, assalto e furto, reside na Vila União, no município de Itaporã.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions